segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Profetadas a serviço da Teologia da Missão Integral?

Evangélicos progressistas e neopentecostais unidos por Marina

Julio Severo
Na conferência do Diante do Trono semanas atrás, Valnice Milhomens disse, empolgada, que depois de 12 anos de PT viria um presidente “cheio do Espírito Santo.” Ela também disse que recebeu outra profecia dizendo que 25 anos depois, viria tal presidente. Isso foi, para ela, 25 anos atrás. As duas profecias deixaram claro, na interpretação dela, que 2014 seria o ano da eleição de Marina.
Valnice Milhomens, Marina Silva e Ed Ren[e Kivitz
E se a profecia de vitória não se cumprisse? Ela ganhou um Plano B: uma profecia de escape. Ela disse que Deus lhe disse:
“A igreja ainda não está pronta. O caminho é longo. Mas vá até o fim. Virá o dia.”
Assim, o não cumprimento da profecia seria culpa só da igreja, “que não está pronta.”
Para assistir à profecia, clique aqui: http://youtu.be/I2NTIua0RRM
Depois de 12 anos de PT, tudo o que restou para Valnice é sua profecia de escape, porque só ela, Caio Fábio, Ed René Kivitz, Ricardo Gondim e Renê Terra Nova estão prontos para Marina, assim como eles estavam prontos para Lula.

Duas reviravoltas eleitorais

A eleição presidencial de 2014 estava, no início, decidida na disputa tradicional entre PT e PSDB. Dilma Rousseff e Aécio Neves concorreriam sozinhos como os principais candidatos no segundo turno. Aos outros só sobrariam os farelos.
Mas depois do misterioso acidente aéreo de Eduardo Campos no início de agosto, tudo mudou. Da noite para o dia, Aécio despencou para um insignificante terceiro lugar, e Marina Silva subiu estratosfericamente, emparelhando perigosamente com Dilma. Com a mudança extraordinária, a derrota de Aécio era apontada como certa. O próprio PSDB já estava cogitando se dar ou não apoio à Marina no segundo turno.
O acidente misterioso trouxe o “milagre” que muitos estavam esperando. Graças a ele, muitos começaram a achar que Marina iria tranquilamente para o segundo turno.
Apenas uma semana antes da eleição, a Time, a maior revista de orientação esquerdista dos EUA, deu seu veredicto numa manchete com o título “A Hora de Marina.” Todos, inclusive eu e a mídia esquerdista americana, tínhamos certeza de que Marina venceria o primeiro turno com facilidade. A única dúvida, que não era desesperadora, era se ela venceria Dilma no segundo turno.
Nada parecia impedir a vitória aparentemente garantida e confortável de Marina.
Contudo, a vitória de primeiro turno nunca aconteceu. Os lucros eleitorais de Marina colhidos do acidente de avião misteriosamente se esgotaram bem às portas da eleição, deixando em choque radicais militantes esquerdistas e ambientalistas e até mesmo pastores, que ficaram de queixo caído com a virada que ninguém esperava.
Desde os EUA até a Europa, não havia dúvida da vitória de Marina no primeiro turno. Praticamente, o mundo inteiro já a estava vendo como presidente. O que foi que aconteceu? O milagre não durou ou houve um milagre às avessas no último instante?
Por que as elevadas esperanças da esquerda de George Soros em Marina não conseguiram chegar ao segundo turno?
Essa é uma pergunta a que ninguém sabe responder. Dinheiro não faltou para a campanha.
Do lado evangélico, as elevadas esperanças em Marina estavam vindo de dois segmentos aparentemente antagônicos: neopentecostais, encabeçados por Valnice Milhomens, e progressistas (sinônimo de socialistas), encabeçados por Caio Fábio e Ed René Kivitz.

Evangélicos progressistas pró-Marina

No segmento encabeçado por Caio Fábio e Kivitz, a razão das elevadas esperanças era ideológica. Na década de 1990, Caio foi o motor principal nos bastidores trabalhando para aproximar os evangélicos de Lula e do PT, “milagre” concretizado em 2002 quando os maiores líderes evangélicos do Brasil apoiaram Lula.
O motor eleitoral agora trabalhava por Marina. Em notícia no GospelPrime, a manchete era: “’Marina Silva é a nossa melhor chance,’ defende Caio Fábio.” Confira também o vídeo com declarações pró-Marina de Caio: http://youtu.be/I2NTIua0RRM
Ed René Kivitz, com seu histórico de apoio às bandeiras socialistas, também se manifestou publicamente por Marina, um manifesto que foi amplamente compartilhado por Valnice Milhomens em seu Facebook pessoal.
Kivitz é considerado um dos principais “apóstolos” da Teologia da Missão Integral, que é a versão protestante da Teologia da Libertação. O maior encontro evangélico socialista do Brasil, a Conferência Missão na Íntegra, teve Kivitz como uma das estrelas, junto com Marina. Até mesmo em eventos esquerdistas na Universidade Presbiteriana Mackenzie Kivitz é estrela. 
Com Kivitz e Caio Fábio na liderança, ficou relativamente fácil convencer uma grande parte dos líderes evangélicos socialistas ou inocentes úteis a entrar na campanha pró-Marina.

Evangélicos neopentecostais pró-Marina

No segmento encabeçado por Valnice Milhomens, a razão das elevadas esperanças em Marina era “profética.” Mas as profecias, que deveriam enxergar a ideologia vermelha de Caio, Kivitz e Marina, se limitaram ao serviço de cabo-eleitoral espiritual.
O povo evangélico brasileiro, por ser majoritariamente pentecostal e neopentecostal, é muito sensível a profecias, sendo facilmente conduzido a erros por líderes desorientados ou mal-intencionados.
De acordo com manchetes em agosto no GospelPrime e GospelMais, os dois principais sites noticiosos evangélicos do Brasil, logo depois do misterioso acidente de avião de Eduardo Campos o que ficou em destaque entre os evangélicos foram as profecias do pastor americano Bob Hazlett, feitas em conferências no Brasil em 2011.

As profecias de Bob Hazlett

Mas, estranhamente, no passado a denúncia contra as profecias políticas de Valnice estava vinha do próprio meio evangélico progressista que ela está hoje reunindo para Marina. Danilo Fernandes, do Genizah, postou vídeos de Valnice e Ana Paula Valadão declarando que na Copa do Mundo haveria um avivamento ou quebrantamento. Um alinhamento prefeito com a profecia de Hazlett, que disse em 2011:
“O Espírito do Senhor diz: Daqui a quatro anos, eu trarei de volta a Copa do Mundo a esta nação e eu ungirei esta nação para encher a Copa (taça) de oração e derramar para o mundo, pois no dia em que a seleção brasileira levantar a taça da Copa, será o dia que eu começarei um reavivamento que fará com que o Brasil traga reavivamento ao mundo.”
Para assistir à profecia, clique aqui: http://youtu.be/I2NTIua0RRM
A importante denúncia de Danilo acerca das discrepâncias entre a realidade e as profecias de Valnice e Ana Paula Valadão saiu em seu artigo: “Ana Paula Valadão e Valnice Milhomens acertam profecia sobre a Copa com a ajuda da Seleção da Alemanha.” As profecias que descambaram em derrota acabaram virando chacota no Genizah.
Em 2011, Hazlett disse sobre estas eleições presidenciais do Brasil:
“Eu escuto o Senhor dizer que mesmo nos próximos dois anos ‘Eu começarei a levantar mulheres no poder nesta nação e colocarei uma mulher com o Espírito de Deus dentro dela, que se ajoelhará diante de Mim, como Ester se ajoelhava diante do rei, pois vou remover o espírito de Mordecai que tenta controlar as mulheres nesta nação, e vou levantar uma mulher segundo Meu coração, e vou abalar esta nação, mas vou levar esta nação para uma temporada de prosperidade mesmo que outros países enfrentem crises.’”
Para assistir à profecia, clique aqui: http://youtu.be/I2NTIua0RRM

A “amiga ferrenha” de Marina

Quem interpretou o significado foi Valnice, conforme mostrou Danilo Fernandes num texto de 2010 intitulado “Valnice Milhomens lança nova profecia eleitoral,” em que a declaração enfática da apóstola é: “Antes que venha um Presidente evangélico, o PT governará.”
Mais especificamente, num culto em agosto na Igreja da Lagoinha Valnice disse que o PT governaria 12 anos. Depois desses 12 anos, viria o presidente evangélico.
Claro que se há um candidato evangélico para assumir logo depois do PT, Valnice saberia quem é e não deixaria de lhe fazer campanhas.
O jornal Folha de S. Paulo chama Valnice de “amiga ferrenha” de Marina.
Mas o “ferrenho” não se limita apenas à amizade. O envolvimento político também.

Valnice organiza o maior evento evangélico pró-Marina da história do Brasil

Conforme o jornal Estado de S. Paulo, Valnice organizou em São Paulo em 26 de setembro de 2014 um evento para líderes evangélicos apoiarem exclusivamente Marina.
O principal palestrante foi Ed René Kivitz. Outros participantes foram Ricardo Gondim, Renê Terra Nova e Danilo Fernandes, do Genizah. Gondim, assim como Caio, diz que não é mais evangélico, depois de ser rejeitado por apoiar o “casamento” homossexual.
Confirmando a profecia de Hazlett, um dos pastores no evento de Valnice disse:
“Esse projeto, Marina Silva, não vem dos homens, vem de Deus. Ele não nasceu do coração humano, ele nasceu do coração divino.”
A oração final do evento, em que Marina estava presente, coube a Renê Terra Nova, presidente do Ministério Internacional da Restauração, que de acordo com o jornal O Globo orou:
“Já foi pesado na balança, e uma nova geração vai assumir o Reino. Temos crido nisso. Marina Silva, de onde menos se espera, nasce um milagre e é nisso que nós temos crido, que você é uma resposta de Deus para essa geração.”
Ed René Kivitz, que geralmente confunde ideologia marxista com evangelho, disse no evento:
“Nos mobilizamos não apenas para dar apoio e suporte a uma candidatura que nos representa, que carrega consigo muito do ideário cristão, mas também nos aproximamos para atestar nosso compromisso em defesa àquilo que é maior do que qualquer projeto político, a saber, o Evangelho do nosso senhor Jesus Cristo e a sua Igreja.”
Nas mãos dos progressistas, a profecia de Hazlett virou um perfeito instrumento para a concretização de suas próprias profecias ideológicas.

Combatendo os conservadores

No entanto, conforme reportagem da Folha de S. Paulo, Kivitz foi muito mais longe, dizendo: “É preciso combater a ideia de que ser evangélico é ser ‘ignorante, moralista, intransigente, homofóbico, intolerante’” — termos que geralmente a esquerda secular e religiosa usa contra os conservadores cristãos. Valnice, a organizadora do evento, ficou em silêncio.
Esse raciocínio está em harmonia com Marina, que em 2010 condenou a onda conservadora contrária ao aborto e ao homossexualismo que estava ameaçando a candidatura de Dilma. Na época, Ariovaldo Ramos fez a mesma condenação.
Um governo evangélico progressista para “combater os moralistas, os intransigentes, os homofóbicos e os intolerantes”? Já não basta o PT para fazer isso? Para que eleger Marina para combater os conservadores se o PT já faz isso muito bem?
Um vislumbre desse sombrio futuro de um Brasil nas mãos de evangélicos progressistas foi o episódio em que o candidato católico Levy Fidelix disse que dupla gay não é família, e os três principais candidatos presidenciais — Dilma, Marina e Aécio — o condenaram. Mas Marina foi mais longe ao ameaçar colocar sua Rede Sustentabilidade para processar Levy.
Valnice, a ferrenha amiga e cabo-eleitoral de Marina, ficou em silêncio diante dos ataques de Marina ao católico Levy.

Depois do combate às profetadas, o silêncio

Danilo Fernandes, que tantas vezes abriu a boca contra o que ele chamava de “profetadas” de Valnice e Renê Terra Nova, optou pelo silêncio depois de se reunir com eles e Marina, preferindo agora usar o Genizah como mero cabo-eleitoral da candidata de Valnice, mesmo depois da derrota fragorosa dela e das profecias que a embalaram.
Parece que a mera participação de Danilo num evento pró-Marina de Valnice teve o efeito de transformá-lo de homem contra as profetadas de Valnice para homem das silenciadas.
Contudo, no passado era diferente. Em junho de 2010, exatamente um ano antes da profecia de Hazlett, Valnice estava ungindo Marina, conforme o artigo “Marina Silva podia dormir sem esta profetada!” de Danilo.
Valnice não pode reclamar da fonte. Danilo Fernandes é amigo de Caio Fábio, que Valnice considera uma “referência” para assuntos políticos, conforme postagem do Facebook dela em que ela divulgou opinião política de Caio para os milhares de seguidores dela.
Danilo Fernandes e Caio Fábio
Não me leve a mal por eu citar tantos dos artigos do Danilo. Se Deus pode usar um jumento para dar alertas, por que é que eu não posso usar o Genizah com a mesma finalidade?
Claro que se Marina morrer antes da próxima eleição, a dupla dinâmica Valnice e Caio saberá escolher um novo Lula de saias — versão evangélica progressista — para “combater os moralistas, os intransigentes, os homofóbicos e os intolerantes” e também para preencher o vácuo das elevadas esperanças proféticas e ideológicas de ambos que representam muito bem os desorientados ou mal-intencionados entre os neopentecostais e evangélicos progressistas.

Profecias às avessas

Nessa altura, entendo que as profecias de Hazlett se cumpriram de forma contrária. Em vez de vitória brasileira na Copa, houve derrota estrondosa. No que foi interpretado como Marina ganhando para presidente, houve igual derrota.
Como interpretar agora a profecia dele de que as mulheres cristãs do Brasil precisam assumir postos de comando e ser libertas do “espírito” de Mordecai? Ao contrário, evidentemente. As mulheres do Brasil, especialmente Valnice, precisam ser pastoreadas e aconselhadas por Mordecais — homens de Deus cheios de sabedoria, prudência e temor de Deus.
Quanto a Caio, Kivitz e outros evangélicos progressistas, sua esperança de ver Marinas e Lulas — cheios de cargas ideológicas — na presidência nunca cessa. Seu amor a Jesus pode acabar, mas seu amor ao socialismo jamais. Qualquer profecia que se alie a esses objetivos pode ser verdadeira?
Que o diga Danilo Fernandes, que acertadamente chamava as profecias políticas de Valnice de profetadas. Outros chamariam muito mais acertadamente de politicagem em nome de Deus.
Se essa turma já conseguiu eleger Lula, quem somos nós para dizer que eles nunca conseguirão eleger Marina? A persistência traz resultados, independente do caráter e sanidade espiritual dos que dela fazem uso.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.