terça-feira, 21 de janeiro de 2014

"ROLEZINHOS" CHEIOS DE MOSTO E VINHO!

É claro que o título deste artigo nada tem a ver com o jovens e adolescentes que inventaram essa nova modalidade de bagunça em grupo, mas sim àqueles que, por interesses escusos criam teorias esdrúxulas para de alguma forma ganharem em cima deste movimento que chamou a atenção da mídia em geral nas últimas semanas.

O show de malandragem, deturpação dos fatos e de criatividade mórbida chega à beira do ridículo, ou melhor passa desse limite que para muitos já seria o limiar entre a sandice e a canalhice.

Quer um exemplo? Li em alguns artigos dos descolados de plantão (Inclusive de ministros de Estado) que impedir o acesso dessa turba nos Shoppings seria uma atitude racista promovida pelos burgueses que não aceitam pessoas pobres e negras convivendo sob o mesmo teto que eles. Essa classe de pessoas, influentes e infiltradas na maioria dos locais aonde se formam opiniões estão formando sim uma geração de idiotas, sem cérebros, preguiçosos e covardes como jamais se viu em toda a história brasileira. Idiotas são os que em tudo enxergam o racismo ou são aqueles que ao ouvirem tais bobagens meneiam suas cabeças concordando com as afirmações politicamente corretas sem ao menos questionar?

Infelizmente, quando vejo quilombolas brancos, índios criados por indigenistas indigestos, homofobia inventada à partir dos assassinatos de gays por seus próprios parceiros (diga-se de passagem - gays também), a desmoralização do homem enquanto homem tentando torná-lo o mais feminino possível, vejo o desenrolar da grande dominação das massas que não passa mais pelas baionetas, mas sim por suas mentes que de tão preguiçosas que são, não esboçarão nenhuma reação com medo de serem chamados de "reacionário" ou "reaça" no mais profundo jargão da esquerda quando querem ridicularizar àqueles que ousam questionar o óbvio.

Os "rolezinhos" precisam ser coibidos para resguardar aqueles que lá estão simplesmente à passeio ou fazendo compras, como também para resguardar esses jovens/adolescentes que em um futuro bem próximo não terão futuro algum, pois estão aprendendo que o Estado tem deveres e eles tem apenas direitos. Que estudar é coisa de "CDF" e que na pior das hipóteses poderão, quem sabe, recorrer as cotas-raciais, para entrarem na universidade. Contudo, na maioria dos casos continuarão acessando a internet dia e noite para lerem bobagens no facebook da vida, enquanto caminham para o sub-emprego que os escravizará por toda a sua vida ou para a dependência "eterna" da pensão de seus avós.

A saída, ou armadilha, para muitos será o "Bolsa-Família" um programa de governo que gera preguiça regada a falta de ideais que elevam o ser humano aonde suas habilidades possam leva-los, por mérito próprio, livrando-os da escravidão e da pobreza, não por serem brancos ou negros, mas por serem pessoas livres que escolhem aonde querem chegar, em shoppings para darem uns beijos na boca de desconhecidos, ou a um patamar de sentido na vida que nasce da visão correta dos fatos observados ao seu redor.

Mosto e vinho, estão nas cabeças dos editores de jornais e revistas. Nos corações escravizados por ideologias como o marxismo e o socialismo que ensinam nas universidades e escolas, chegando até mesmo ao jardim de infância. Mosto e vinho que corrompe e que inebria a todos que se deixam inebriar por que não querem questionar nada em momento algum, só querem dar um rolezinho, bangunçando, assustando e depredando aquilo que não pertence a todos, pois não é patrimônio público. De rolé em rolé, formam-se muitos zé manés.

Quanto mais mané melhor!

Autor: Tom Alvim
Imagem: Google (Reprodução)

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.