QUANDO AS SOMBRAS SILENCIAM

Ficção espiritual que conta a estória de um casal de missionários, em meio a muita ação e aventura.

HOMENS QUE LUTAM

Nova série de artigos sobre atitudes que tornam os homens mais do que vencedores.

FAMÍLIA - O PAPEL DO HOMEM.

"Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, (Efésios. 5: 25)"

FAMÍLIA - O PAPEL DA MULHER.

"Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos. (Provérbios. 14:1)"

POEMAS - Para adoçar a vida!

Poemas que nascem no coração, cresce em nossa mente e alçam vôo em nossa imaginação.

Blog Impressões Sem Pressões

"Em meio a valores distorcidos em nossa sociedade, temos JESUS CRISTO como referencial perfeito!" (Tom Alvim).

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Maranata! Ora vem Senhor Jesus!


Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus.”(Ap. 22: 20)

A volta de Jesus Cristo para buscar a sua igreja deveria ser algo desejado por todos aqueles que o amam de verdade. Vê-lo vindo como diz em Mateus. 24: 27: “Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.” deveria permear os nossos sonhos, nossas canções, e os nossos mais lindos poemas, contudo infelizmente, uma parcela considerável de cristãos modernos gostam mais de pensar apenas nesta vida: “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.” (1º Corintios. 15: 19) e estão assim tão apegados a ela que não suportam a ideia da morte ou da vida futura – não tem a esperança da vida eterna junto ao Pai. Cantam apenas que serão muito abençoados hoje, com toda a sorte de bens materiais e fogem do assunto do porvir com muita facilidade. 

É claro que sabemos que a vida é uma dádiva divina e que devemos vivê-la com diligência enquanto aqui estivermos, mas o crente em Jesus Cristo não deve ter o seu coração somente nestas coisas, pois se assim o fizer estará sendo idólatra e deixará de lado o prazer de amar a Deus acima de qualquer outra coisa. Esse o padrão de vida que Deus quer de nós. 

Um fato interessante marcou a semana passada, quando um meteoro atravessou o céu sobre a Rússia chamando a atenção de toda a imprensa mundial. Ele surgiu de repente, quando as pessoas estavam indo em direção aos seus trabalhos e nenhuma agência espacial pode prever a sua queda para alertar as mais de 500 pessoas que foram atingidas por este corpo celeste. Semelhante a isso será a vinda de Cristo. 

Ele não marcou hora, não marcou dia, mas disse que voltaria e que seria assim, de surpresa, para levar-nos a nossa morada eterna, junto ao Pai. Que possamos viver a cada dia sempre esperançosos de que algo melhor nos espera – mesmo já começando nesta vida, mas que não é nem um lampejo do que Deus nos prometeu em sua Bíblia Sagrada.

Maranata! Ora vem Senhor Jesus!

Autor: Tom Alvim
Imagem: Google

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Deus não conhece derrotas


Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo: a tua vara e o teu cajado me consolam.” (Salmo. 23: 4)

Quem nunca passou por alguma dificuldade na vida? Quem nunca se sentiu triste ou desanimado em algum momento? Todos nós seres humanos estamos sujeitos a isso e não existe um só versículo bíblico que ensine o contrário, contudo existem inúmeros que nos dizem como devemos nos portar diante das vicissitudes diárias e como podemos ultrapassá-las como vencedores.

O rei Davi agarra-se a um profundo conhecimento de Deus em meio a suas lutas, e é esse conhecimento que deu-se ao longo de uma vida inteira – começando nos campos ao apascentar ovelhas, até o seu reinado em Israel – que o seu caráter é forjado e ele transforma-se em uma das figuras mais conhecidas pela humanidade até os dias atuais, chegando a ser chamado de “um homem segundo o coração de Deus” como está no livro de 1ª Samuel, capitulo treze, versículo catorze.

Davi entende que mesmo nos momentos de tribulação, este Deus relacional que gosta de estar perto de gente estaria sempre com ele, mesmo quando pensava que não estava, e é nessa fé que move-se para suas mais belas conquistas descritas na Bíblia Sagrada.

Quem está com Deus, está com alguém que não conhece derrotas, pois ele sempre foi e sempre será vencedor, e é nesse entendimento que devemos seguir o nosso caminho sabendo que até mesmo o que pensamos ser derrota, se estivermos firmados na Palavra de Deus, veremos que não é, porque só enxergamos o momento, mas Deus vê muito além. Ele vê até a eternidade.

Caminhando ao lado do Pai não temeremos mal algum e seremos consolados para termos a força necessária no dia mau. Ele nos mantém no caminho certo com a sua vara não permitindo que nos distraiamos com os encantos deste mundo decaído e se assim entendermos, seremos muito mais do que vencedores ao lado do maior de todos os vencedores que o universo já conheceu.

Sigamos sempre em frente, rumo as vitórias que realmente fazem sentido, o resto é enganação daquele que só conhece a derrota.

Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.schng

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Enquete

Nossa enquete está de vento em popa...rs 

Alguns visitantes já deixaram o seu voto lá e ainda teremos mais 19 dias de votação. Dessa forma saberei se vale à pena dar continuidade com este projeto e seguiremos juntos com nossas impressões, mas sem pressões...kkkk Isso é quase impossível, não é mesmo?!. Amanhã dia 18 de fevereiro estará no ar um novo artigo que escrevi para o Boletim da igreja que congrego, espero que seja bênção na vida daqueles que lerem.

Um grande abraço e que Deus continue a nos abençoar.

Tom Alvim

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Carnaval: festa do inferno!


Escrevo esse artigo sem medo de errar, e reafirmo quantas vezes me indagarem: O carnaval é uma festa do inferno, SIM. Sou totalmente radical nesse sentido e não recuo nessa afirmação.

Lembro-me que a uns quinze ou vinte anos atrás fui convidado por um grande amigo meu para ir a um ensaio de um "bloco evangélico", de carnaval de rua. Como era um adolescente que estava mais interessado em "dar uma volta" e andar com os amigos, fui e fiquei olhando aquilo que aconteceu nas ruas de um bairro chamado Bangu lá no meu Rio de Janeiro. Fiquei achando a maior graça daquilo, imaginem "os crentes" nos idos de 1900 e alguma coisa tentando sambar. Era bem estranho ver aquilo, uma coisa desconcertante e ridícula ao mesmo tempo. Senti vergonha do vexame alheio e ainda me lembro o nome do bloco, era bloco...deixa pra lá! Por consideração a esse amigo meu vou omitir o nome.[rs].

Carnaval, todos sabem que significa festa da carne e a Bíblia Sagrada é muito clara nesse sentido, Ela diz: "O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito". (João. 3: 6), ou seja, depois que fomos resgatados pelo sangue de Cristo na cruz, não podemos mais viver na carne, sendo escravo dos desejos despertados por ela. Vejamos: "E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências." (Gálatas 5:24). Preciso falar mais? Depende né!? Para alguns sim, mas para outros que já tem o discernimento espiritual é MUITO ÓBVIO, contudo nem sempre o óbvio é entendido por todos. 

Nem todos conseguem ver a miséria que acontece no Brasil durante esse período de quatro dias, nem todos conseguem ver as meninas que se prostituem, nem todos conseguem ver as consequências disso - gravidez indesejada, doenças venéreas, doenças psíquicas. Nem todos conseguem ver a misérias das drogras usadas em muitos bailes de carnaval, nem todos conseguem ver a exposição exagerada dos corpos nus das mulheres que depois irão pedir respeito aos homens que as olham com luxúria e as estupram com os pensamentos. Nem todos conseguem ver o clima de "tudo pode", que irão trazer muitos turistas sexuais ao Brasil, um "país de devassos" segundo a imagem que é passada para exterior. 

Nem todos conseguem ver...e aí vão pular carnaval e se embriagar com a podridão dessa festa que nasceu no inferno e que dizem ser apenas cultura brasileira, mas nem toda a cultura é benéfica, nem tudo o que é natural (da natureza) é saudável, nem tudo que dizem ser bom, realmente é.

Carnaval não é uma festa inofensiva da cultura brasileira, ela é uma desgraça que o diabo enfeita, coloca purpurina, paitês e confetes, mas que continua a cheirar muito mau. É o cheiro do inferno para quem pode cheirar e que ainda não está com seu olfato impreganado de cheiro ruim, ao passo de não mais reconhecer a diferença de um cheiro comum e de fedor de verdade.

Desculpe-me a forma direta acima, mas não posso me calar diante de uma festa tão destrutiva quanto essa, enquanto muitos estão sendo destruídos por suas consequências.


Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

A morte que gera vida



Já sabemos que fazemos escolhas a todo o momento e que elas irão determinar se caminharemos por caminhos bons (vida) ou se caminharemos por lugares sombrios (morte) – Essa é um escolha consciente, sabemos o que estamos fazendo e por isso o homem que teme ao Senhor, Ele o instruirá no caminho que deve escolher (Sal. 24: 12) e a escolha mais importante é se escolheremos a VIDA ou a MORTE, e dessa escolha depende toda a nossa VIDA....ou a nossa MORTE.

Uma coisa interessante é que ninguém em seu juízo perfeito gosta de ficar falando de morte (morte biológica), ou escolhe a morte como opção consciente, mas a morte é uma realidade da vida de todos os seres viventes, humanos ou não.

Quando fui ao Rio de Janeiro neste final de ano, infelizmente vi muita morte pelo caminho, muitos acidentes com vítimas fatais, algo que em meus quase vinte anos de Minas Gerais nunca tinha visto antes. Isso me deixou bem triste pelo caminho e no retorno não foi diferente, tive o desprazer de ver mais um acidente em uma rodovia mineira e também acredito que alguém veio a falecer, pois vi algumas pessoas chorando perto do carro destruído.

A morte caminha bem próximo à vida e mesmo não estando falando da morte física, a semelhança é muito forte. A simbologia da morte biológica pode ser usada sem problemas quando falamos da morte espiritual e é seguindo esta lógica que entendemos que a parábola do filho pródigo, demonstra que um dia TODOS nós fomos/ou ainda somos uma espécie de “filho pródigo”. Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Romanos 3:23

Morremos ao sairmos da casa do Pai, ao nos afastarmos de Deus; morremos.

Foi assim quando Adão e Eva escolheram viver sem Deus (Gen. 3: 6), eles escolheram a auto-suficiência);

Marcos Sampaio em seu artigo: A autonomia humana versus autoridade das escrituras...diz:
Em nome da suposta “idade madura” do homem, o secularismo radical advoga a autonomia humana e a individualidade criativa. Dizem que o homem é senhor de si mesmo e o inventor dos seus próprios ideais e valores. Portanto, declara-se que os seres humanos são inteiramente livres para impor na natureza e na História qualquer critério moral que preferirem”
 
Isso demonstra que o homem é livre para fazer suas escolhas, mas depois tornasse escravo de suas consequências.

Estar no controle de tudo (Planejar a vida, tintim por tintim ou não planejar nada, mas evidenciar o eu mando na minha vida... é traço marcante dessas escolhas, contudo o ser humano pode até mandar em sua vida, mas não mandará nunca na sua morte” - Ter dinheiro no banco para os imprevistos e tentar não depender de Deus para nada tem sido a escolha de muitos neste mundo e por isso seguem como "zumbis" sem saberem que o são, como mortos vivos, mais mortos do que vivos, sem rumo, como barcos à deriva.

O ser humano foi expulso do paraíso: A partir daí começou a fazer escolhas sem Deus (Aproximando-se cada vez mais da MORTE); É por isso que o versículo abaixo no traduz uma grande verdade:

Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração.”
Eclesiastes 7:2

Ver a morte de perto nos faz pensar na vida e nos faz lembrar de nossa finitude, por isso o luto é bom para a vida, no sentido de pensarmos na grande verdade da vida - um dia estaremos mortos também e o que será de nós após isso?

A fome de Deus evidenciasse quando o LUTO chega – O LUTO nos faz refletir e na maioria das vezes nos faz enxergar a verdadeira cara da morte.

É nesse momento que o ser humano começa a COMER de tudo que encontra pela frente para tentar saciar a sua fome – BALADAS, BEBIDAS ALCÓOLICAS, DROGAS, IMORALIDADE, BIG BROTHER, EXCESSO DE TRABALHO, TRAIÇÃO NOS RELACIOMENTOS, RELIGIOSIDADE, ETC).

O Espírito Santo faz a obra de convencer o homem do pecado, da justiça e do juízo e o Nosso Deus está sempre atento para nos dar a VIDA NOVAMENTE, E QUANDO FAZ ISSO FAZ DE FORMA COMPLETA.

O NOVILHO CEVADO da parábola do filho pródigo nos fala acerca deste sacrifício que retrata de alguma forma a redenção humana através da morte de Cristo na cruz do calvário.

Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. João 5:24


Autor: Tom Alvim (Pregação na Igreja Batista em Borda da Mata - 03/02/2013)
Imagem: Stock.xchng

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Relevância

Prezado visitante e amigo de caminhada, fiz a enquete ao lado (lado direito de quem vê) para saber se este blog tem alguma relevância para todos nós. Tenho procurado escrever textos que nos ajudem a refletir sobre acontecimentos atuais no Brasil e também do mundo e principalmente sobre as coisas da Palavra de Deus. Contudo não tenho um feedback (retorno) daquilo que escrevo. Vejo que existem visitas do Brasil e também de outros países, mas não sei se o visitante tem aproveitado o conteúdo. 

Já estamos com 4 votos (03/02/2013) às 16:56hs...Obrigado aos que votaram, não vou poder ficar escrevendo aqui a quantidade/dia/horário, mas vamos acompanhar pela enquete que faz isso de forma automática.


Tom Alvim