QUANDO AS SOMBRAS SILENCIAM

Ficção espiritual que conta a estória de um casal de missionários, em meio a muita ação e aventura.

HOMENS QUE LUTAM

Nova série de artigos sobre atitudes que tornam os homens mais do que vencedores.

FAMÍLIA - O PAPEL DO HOMEM.

"Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, (Efésios. 5: 25)"

FAMÍLIA - O PAPEL DA MULHER.

"Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos. (Provérbios. 14:1)"

POEMAS - Para adoçar a vida!

Poemas que nascem no coração, cresce em nossa mente e alçam vôo em nossa imaginação.

Blog Impressões Sem Pressões

"Em meio a valores distorcidos em nossa sociedade, temos JESUS CRISTO como referencial perfeito!" (Tom Alvim).

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Coragem - Característica dos humildes de coração


No livro de Daniel contasse a história de quatro jovens que fizeram diferença em sua geração e os seus feitos ultrapassaram o tempo para chegar até nós. Esses jovens tiveram coragem de fazer o que era certo diante de Deus, mesmo que isso pudesse ter causado a morte de todos eles.

A coragem que repercute na eternidade é aquela que é produzida na humildade (Mateus. 5:3), pois os seus atos geram vida. Esse é diferente da coragem comum, do dia a dia. A coragem dos heróis que salvam pessoas em meio a catástrofes, tragédias e infortúnios - Heróis que salvam o corpo e que devem ser muito valorizados, mas que não salvam a alma.

O corajoso sem Deus é arrogante e gosta de contar suas façanhas para todos, quanto mais pessoas o exaltarem melhor para ele. Já o corajoso com Deus dá toda honra e glória para quem de direito, ou seja, para o próprio Deus.

Que possamos ser humildes de coração como aqueles jovens e que os nossos atos de coragem possa repercutir pela eternidade afora.

Autor: Tom Alvim
Imagem:  Stock.xchng

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Família - O papel dos filhos

"Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo." Efésios.6:1


É claro que ao se falar em filhos precisamos primeiro definir uma idade para isso, contudo para que alguém compreenda qual o seu papel em determinado lugar será necessário que ele possua discernimento, maturidade mental e emocional, mas quando isso acontecer os valores cristãos já deverão ter sido plantados com muito carinho ao longo do tempo nesses "coraçãozinhos". Geralmente uma criança é terreno fértil até os seus 6 ou 7 anos de idade, mas nada impede que ainda absorvam ensinamentos até a sua velhice, contudo aquilo que for ensinado na infância perdurará por uma vida inteira, logo, vale muito à penas fazer isso com muito cuidado.

Então qual é o papel dos filhos em uma família? 

Eu poderia enumerar uma infinidade de coisas, mas existe uma que irá determinar toda a sua conduta em relação a sua família e também em relação a comunidade na qual está inserido. O temor ao Senhor Deus! Essa é a chave que move qualquer ser humano a ser realmente humano, a ser um bom pai, uma boa mãe e um bom filho. É por este motivo que existe uma força que tenta destruir no mundo a cultura judaico-cristã que prega limites para uma vida saudável em sociedade, pois destruindo essa cultura que nos foi ensinada primeiro na família, destrói-se valores inalienáveis que nos "mantém na linha".

O papel dos filhos é, temendo a Deus, somar juntamente com seu pais para que os objetivos traçados por eles sejam alcançados, e principalmente para que esta família, este lar, seja um lugar seguro para se passar por esta vida.

Isso é justo? Claro que é, a bíblia assim nos ensina.

Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Família - O papel do homem


"Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, (Efésios. 5: 25)"

Existem vários versículos na Bíblia Sagrada que ensinam aos homens como devem ser em todas as facetas de suas vidas: No trabalho, com sua esposa, com seus filhos, com seus pais, enfim, ensina o que significa ser homem de verdade, assim como ouvia em minha infância - "ser homem com "h" maiúsculo", no melhor sentido da frase, ou seja, Bíblicamente falando.

O homem que assume seu papel na família, e são poucos, assume grandes riscos em sua vida, o risco de ser chamado de machista, troglodita, ultrapassados, retrógrado e muitas outras coisas impublicáveis, por aqueles que não conhecem a Palavra de Deus, pois se a conhecessem saberiam que isso é algo maravilhoso de se ver, e de se viver.

Uma família com um homem que sabe o seu lugar, está menos fadada as turbulências comuns da pós-modernidade,

uma sociedade com homens que sabem o seu lugar estará mais estruturada para conquistar o bem comum com maior eficácia para todos, e

um país com homens que assumem, da forma correta, uma postura de pais e maridos conscientes, cresce e avança diante deste mundo decaído em que vivemos.

Todos tem a ganhar, desde a "célula-mater" da sociedade até o mundo inteiro.

Mas é claro que isso é uma utopia, pois, as forças do inferno não querem que isso aconteça. O inferno trabalha dia após dia para que os homens modernos sejam fracos, preguiçosos, covardes, acomodados, ausentes e cada vez mais parecido com as mulheres. Não ofendo as mulheres, apenas estou dizendo que homem tem que parecer com homem, e mulher com mulher...isso não é ofensa, é pura lógica.

Homens efeminados, não no sentido sexual da palavra, porque estaríamos falando de outra coisa, mas nos sentido emocional, estão se proliferando pelo mundo afora a custa de famílias desestruturadas e sem direção.

Existem homens que gostam de dizer que tem uma alma feminina, pois confundem ser o cavalheiro (educado, gentil, sensível, etc) com ser meio-mulher, ou seja, um homem perdido - um gato achando que é cachorro, um pássaro querendo ser um elefante - achando que deve ceder as pressões feministas para ser "um cara legal e sensível", não sabem o que devem fazer e assim ficam perdidos dentro de suas próprias casas assumindo ou um papel infantil do garotão (mais uma criança em meios aos seus próprios filhos), ou um zumbi apático "largado" diante da televisão e que procura se esconder da bagunça em que se encontra o seu lar.

A Palavra de Deus diz que o homem deve ser a cabeça da mulher ("Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo". Efésios. 5: 23), as feministas dizem "que se o homem é o cabeça a mulher é o pescoço". Parece engraçado, mas não é; na verdade é trágico, como muitas brincadeiras e piadas que vão aos poucos introjetando nas mentes de todos essas mentiras e que tenta destruir essa verdade que constrói lares felizes desde a criação do mundo.

O texto é tão claro, mas também tão deturpado. Um marido que ama a sua esposa, JAMAIS, se prevalecerá da condição de líder para sobrepujá-la. Ele a amará tanto que dará a sua própria vida por ela se for necessário, assim como fez Jesus por sua noiva que é a igreja.

A figura do homem é semelhante a de Cristo e se assim o for na prática, o seu lar será muito abençoado, pois ele temendo a Deus, entenderá a sua responsabilidade e não se ausentará do seu posto enquanto tiver fôlego de vida, saberá vigiar dioturnamente as investidas do inimigo de nossas almas e prestará a atenção naquilo que sua esposa/filhos estão vendo, ouvindo e lendo. Enfim, não "dormirá no ponto."

Por que os homens de hoje em dia estão perdendo a batalha?

Por que os OMENS de hoje estão formando filhos preguiçosos, egoístas, hedonistas e  principalmente sem o temor a Deus, que conduz a todos pelo ÚNICO caminho que leva o ser humano à salvação, primeiro de sua alma e depois do restante que nos faz humanos: Sua família, seu emprego, seu circulo de amizades, sua igreja, sua comunidade, seu país e o mundo.

Homens! sem o temor ao Senhor seremos sempre meninos perdidos e com medo de tudo, até mesmo de assumirmos nossa posição de líderes amorosos dentro de nosso próprio lar.

Que possamos ser homens com H em todas as facetas de nossas vidas.


Autor: Tom Alvim.
Imagem: Stock.xchng


terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Família - O papel da mulher


"Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos. (Provérbios. 14:1)"
 
Sei que corro um grande risco querendo dizer que a mulher tem um papel específico na família moderna, pois o feminismo tem tentando destruir qualquer tipo de conceito que coloque a mulher no seu devido lugar. Pode parecer grosseiro o finalzinho do primeiro parágrafo, mas eu quis dizer isso mesmo, a mulher, e o homem tem um lugar específico na família que é devido somente a eles, e para que essa família seja edificada, isso não pode deixar de ser buscado por nenhum destes membros.

A mulher sábia edifica sua casa. Ela sabe que essa edificação deve ter um alicerce sólido e confiável e está bem a seu alcance. Cristo é o alicerce perfeito, imutável, inabalável para a construção de uma família feliz. Ele, e não os conselhos da apresentadora de televisão, ou da coluna semanal da revista de moda mostrará a mulher que for sábia a direção que deve conduzir sua família.

A mulher sábia edificará sua família com o seu amor:

- "Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor. (Romanos. 15: 6)". Saberá que baseando-se no amor de Cristo, todos os membros de sua família serão alcançados de forma verdadeira, sem interesses mesquinhos;

A mulher sábia edificará sua família com alegria:

- "A alegria do Senhor é a vossa força. (Neemias. 8: 10)". Saberá ser alegre no Senhor e contagiar a todos com ela. A tristeza deixa a qualquer um para baixo (down), mas a alegria nos leva para cima;

A mulher sábia edificará sua família com paz:

- "E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.(Filipenses. 4: 7)". Saberá criar um ambiente de paz em seu lar que o tornará um lugar aprazível e um refúgio do mundo louco que está lá fora;

A mulher sábia edificará sua família com longanimidade:

- "Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.(Colossenses. 3: 13)". Saberá dar apoio ao seu esposo para que possam juntos conquistar seus objetivos e o perdoará em suas falhas, buscando entender suas fraquezas, mas ajudando-o a superá-las em Cristo;

A mulher sábia edificará sua família com mansidão:

- "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.(Provérbios. 15: 1)". Saberá quando falar e quando calar, mas nunca irá deixar de ser mansa e graciosa;

A mulher sábia edificará sua família dominando os seus impulsos:

- "Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo.(Prov. 25: 11)". Saberá o tempo certo para dizer o que precisa ser dito, sem que sua ansiedade mine o alicerce do domínio próprio.

E a mulher tola? Será o contrário da descrita acima, mas viverá pensando que não é assim, pois o pecado a convencerá do contrário e irá moldá-la conforme a mente deste mundo decaído, que diz para ela se emancipar esquecendo-se que sua família é seu bem maior e a levará a tomar sobre si um fardo insuportável na busca do sucesso profissional a qualquer custo, inclusive o custo de ver sua família ruir diante de seus olhos.

Mulher, o seu papel é ser uma arquiteta da felicidade, mas isso só se dará quando Cristo for o alicerce de sua vida.

Pense nisso!


Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng