QUANDO AS SOMBRAS SILENCIAM

Ficção espiritual que conta a estória de um casal de missionários, em meio a muita ação e aventura.

HOMENS QUE LUTAM

Nova série de artigos sobre atitudes que tornam os homens mais do que vencedores.

FAMÍLIA - O PAPEL DO HOMEM.

"Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, (Efésios. 5: 25)"

FAMÍLIA - O PAPEL DA MULHER.

"Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos. (Provérbios. 14:1)"

POEMAS - Para adoçar a vida!

Poemas que nascem no coração, cresce em nossa mente e alçam vôo em nossa imaginação.

Blog Impressões Sem Pressões

"Em meio a valores distorcidos em nossa sociedade, temos JESUS CRISTO como referencial perfeito!" (Tom Alvim).

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

UM 2014 REPLETO DE BOAS REALIZAÇÕES!


Que em 2014 possamos nos opor ao máximo às forças do inferno que tem tentado destruir a família tradicional (homem + mulher = filhos), ao marxismo cultural que prega o fim do cristianismo através da destruição de seus valores, e ao comunismo/marxismo, verdadeiras ideologias nefastas.

"Resisti ao diabo e ele fugirá de vós" - Esse é o meu lema para o próximo ano.


Autor: Tom Alvim
Imagem: Google

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

MARXISMO CULTURAL

A verdade vos libertará.
João 8:32

Os americanos subscrevem atualmente a duas más-concepções; a primeira é a ideia de que o comunismo deixou de ser uma ameaça quando a União Soviética implodiu; a segunda é a crença de que a Nova Esquerda dos anos sessenta entrou em colapso e desapareceu também. "Os Anos Sessenta Estão Mortos," escreveu George Will ("Slamming the Doors," Newsweek, Mar. 25, 1991).

Uma vez que, como um movimento político a Nova Esquerda não tinha coesão, ela desmoronou-se, no entanto os seus revolucionários reorganizaram-se e formaram uma multitude de grupos dedicados a um só tópico. É devido a isso que hoje temos as feministas radicais, os extremistas dos movimentos negros, os ativistas “pela paz”, os grupos dedicados aos "direitos" dos animais, os ambientalistas radicais, e os ativistas homossexuais.
Todos estes grupos perseguem a sua parte da agenda radical através duma complexa rede de organizações tais como a "Gay Straight Lesbian Educators Network" (GSLEN), a "American Civil Liberties Union" (ACLU), "People for the American Way", "United for Peace and Justice", "Planned Parenthood", "Sexuality Information and Education Council of the United States" (SIECUS), e a "Code Pink for Peace".
Tanto o comunismo como a Nova Esquerda encontram-se vivos e de boa saúde aqui na América, preferindo usar palavras de código tais como: tolerância, justiça social, justiça econômica, paz, direitos reprodutivos, educação sexual e sexo seguro, escolas seguras, inclusão, diversidade e sensibilidade. Tudo junto, isto é marxismo cultural mascarado de multiculturalismo.
O nascimento do multiculturalismo

Antecipando a tempestade revolucionária que iria batizar o mundo num inferno de terror vermelho, levando ao nascimento da terra prometida de justiça social e igualdade proletária, Frederich Engels escreveu
Todas as (...) grandes e pequenas nacionalidades estão destinadas a desaparecer (...) na tempestade revolucionária mundial (...). (Uma guerra global) limpará todas (...) as nações, até os seus nomes. A próxima guerra mundial resultará no desaparecimento da face da Terra não só das classes reacionárias (...) mas (...) também dos povos reaccionários.

("The Magyar Struggle," Neue Rheinische Zeitung, Jan. 13, 1849)
Quando a Primeira Grande Guerra terminou, os socialistas perceberam que algo não havia corrido bem uma vez que os proletários do mundo não haviam prestado atenção ao apelo de Marx de se insurgirem em oposição ao capitalismo como forma de abraçarem, no seu lugar, o comunismo. Devido a isto, estes mesmos socialistas começaram a investigar o que havia corrido mal.
Separadamente, dois teóricos marxistas, Antonio Gramsci (Itália) e Georg Lukacs (Hungria), concluíram que o Ocidente cristianizado era o obstáculo que impedia a chegada da nova ordem mundial comunista. 
Devido a isto, eles concluíram que, antes da revolução ter sucesso, o Ocidente teria que ser conquistado. Gramsci alegou que, uma vez que o Cristianismo já dominava o Ocidente há mais de 2 mil anos, não só esta ideologia estava fundida com a civilização ocidental, como ela havia corrompido a classe operária.
Devido a isso, afirmou Gramsci, o Ocidente teria que ser previamente descristianizado através duma "longa marcha através da cultura". 
Adicionalmente, uma nova classe proletária teria que ser criada. No seu livro "Cadernos do Cárcere," Gramsci sugeriu que o novo proletariado fosse composto por criminosos, mulheres, e minorias raciais. Segundo Gramsci, a nova frente de batalha deveria ser a cultura, começando pela família tradicional e absorvendo por completo as igrejas, as escolas, a grande mídia, o entretenimento, as organizações civis, a literatura, a ciência e a história. Todas estas instituições teriam de ser transformadas radicalmente e a ordem social e cultural teria que ser gradualmente subvertida de modo a colocar o novo proletariado no topo.
O protótipo

Em 1919, Georg Lukacs tornou-se vice-comissário para a Cultura do regime bolschevique de curta duração de Bela Kun, na Hungria. Imediatamente ele colocou em marcha planos para descristianizar a Hungria, raciocinando que, se a ética sexual cristã pudesse ser fragilizada junto à crianças, então o odiado patriarcado bem como a Igreja sofreriam um duro golpe.
Lukacs instalou um programa de educação sexual radical e palestras sexuais foram organizadas; foi distribuída literatura contendo imagens que instruíam graficamente os jovens a enveredar pelo "amor livre" (promiscuidade) e pela intimidade sexual (ao mesmo tempo que a mesma literatura os encorajava a ridicularizar e a rejeitar a ética moral cristã, a monogamia e a autoridade da igreja). Tudo isso foi acompanhado por um reinado de terror cultural perpetrado contra os pais, sacerdotes e dissidentes.
Os jovens da Hungria, havendo sido alimentados com uma dieta constante de neutralidade de valores (ateísmo) e uma educação sexual radical, ao mesmo tempo que eram encorajados a revoltarem-se contra toda a autoridade, facilmente se transformaram em delinquentes que variavam de intimidadores e ladrões menores, para predadores sexuais, assassinos e sociopatas. A prescrição de Gramsci e os planos de Lukacs foram os precursores do que o marxismo cultural, mascarado de SIECUS, GSLEN, e a ACLU - agindo como executores da lei judicialmente aprovados - mais tarde trouxe às escolas americanas.
Construindo uma base

No ano de 1923 foi fundada na Alemanha de Weimar a Escola de Frankfurt - um grupo de reflexão marxista. Entre os fundadores encontravam-se Georg Lukacs, Herbert Marcuse, e Theodor Adorno. A escola era um esforço multidisciplinar que incluia sociólogos, sexólogos e psicólogos. O objetivo primário da Escola de Frankfurt era o de traduzir o marxismo econômico para termos culturais.
A escola disponibilizaria as ideias sobre as quais se fundamentaria uma nova teoria política de revolução (com base na cultura), aproveitando um novo grupo "oprimido" para o lugar do proletariado infiel. Esmagando a religião e a moralidade, a escola construiria também um eleitorado junto aos acadêmicos que construiriam carreiras profissionais estudando e escrevendo sobre a nova opressão.
Mais para o final, Herbert Marcuse - que favorecia a perversão polimorfa - expandiu o número do novo proletariado de Gramsci de modo a que se incluíssem os homossexuais, as lésbicas e os transsexuais. A isto juntou-se a educação sexual radical de Lukacs e as tácticas de terrorismo cultural. A "longa marcha" de Gramsci foi também adicionada à mistura, sendo ela casada à psicanálise freudiana e às técnicas de condicionamento psicológico. O produto final foi o marxismo cultural, hoje em dia conhecido no Ocidente como multiculturalismo.
Apesar disto tudo, era necessário mais poder de fogo intelectual, uma teoria que patologizasse o que teria que ser destruído. Nos anos 50 a Escola de Frankfurt expandiu o marxismo cultural de modo a incluir a ideia da "Personalidade Autoritária" de Theodor Adorno. O conceito tem como premissa a noção de que o Cristianismo, o capitalismo e a família tradicional geram um tipo de caráter inclinado ao racismo e ao fascismo.
Logo, qualquer pessoa que defenda os valores morais tradicionais da América, bem como as suas instituições, é ao mesmo tempo um racista e um fascista.
O conceito da “Personalidade Autoritária” defende também que as crianças criadas segundo os valores tradicionais dos pais irão tornar invariavelmente racistas e fascistas. Como conseqüência, se o fascismo e o racismo fazem parte da cultura tradicional da América, então qualquer pessoa educada segundo os conceitos de Deus, família, patriotismo, direito ao porte de armas ou mercados livres precisa de ajuda psicológica.
A influência perniciosa da ideia da "Personalidade Autoritária" de Adorno pode ser claramente vista no tipo de pesquisas que recebem financiamento através dos impostos dos contribuintes.
Em agosto de 2003, a "National Institute of Mental Health" (NIMH) e a "National Science Foundation" (NSF) anunciaram os resultados do seu estudo financiado com 1.2 milhões de dólares, dinheiro dos contribuintes. Essencialmente, esse estudo declarou que os tradicionalistas são mentalmente perturbados. Estudiosos das Universidades de Maryland, Califórnia (Berkeley), e Stanford haviam determinado que os conservadores sociais... sofrem de "rigidez mental", "dogmatismo", e  "aversão à incerteza", tudo com indicadores associados à doença mental. (http://www.edwatch.org/ - ‘Social and Emotional Learning" Jan. 26, 2005)  
O elenco orwelliano de patologias demonstra o quão longe a longa marcha de Gramsci já nos levou.
Uma ideia correspondente e diabolicamente construída é o conceito do “politicamente correto”. A sugestão forte aqui é que, de modo a que uma pessoa não seja considerada "racista" e/ou "fascista", não só essa pessoa deve suspender o julgamento moral, como deve abraçar os "novos" absolutos morais: diversidade, escolha, sensibilidade, orientação sexual, e a tolerância. O “politicamente correto” é um maquiavélico engenho de "comando e controle" e o seu propósito é a imposição de uma uniformidade de pensamento, discurso e comportamento.
A Teoria Crítica é outro engenho psicológico de "comando e controle". Tal como declarado por Daniel J. Flynn, “a Teoria Crítica, tal como o nome indica, só critica. O que a desconstrução faz à literatura, a Teoria Crítica faz às sociedades.” (Intellectual Morons, p. 15-16)
A Teoria Crítica é um permanente e brutal ataque, através da crítica viciosa, aos cristãos, ao Natal, aos Escoteiros, aos Dez Mandamentos, às nossas forças militares, e à  todos os outros aspectos da sociedade e cultura americana.
Tanto o “politicamente correto” como a Teoria Crítica são, na sua essência, intimidações psicológicas. Ambas são maços de calceteiros psico-políticos através dos quais os discípulos da Escola de Frankfurt - tais como a ACLU - estão a forçar os americanos a se submeterem e a obedecerem os desejos e os planos da esquerda. Estes engenhos desonestos não são mais do que versões psicológicas das táticas de "terrorismo cultural" de Georg Lukacs e Laventi Beria. Nas palavras de Beria:
A obediência é o resultado do uso da força (...). A força é a antítese das ações humanizantes. Na mente humana isto é tão sinônimo com a selvageria, ilegalidade, brutalidade e barbarismo, que é apenas necessário exibir uma atitude desumana em relação às pessoas para receber dessas pessoas as posses de força.
(The Russian Manual on Psychopolitics: Obedience, por Laventi Beria, chefe da Polícia Secreta Soviética e braço direito de Stalin.)
Pessoas com pensamento contraditório, pessoas que se encontram "sentadas em cima do muro", também conhecidos como "moderados", centristas e RINOs (ed: RINO = Republicans In Name Only, isto é, falsos republicanos), carregam consigo a marca destas técnicas psicológicas de "obediência". De uma forma ou outra, estas pessoas - que em casos literais se encontram com medo de serem vítimas dos agentes de imposição de obediência - decidiram ficar em cima do muro sob pena de serem considerados culpados de terem uma opinião.
Ao mínimo sinal de desagrado dos agentes de imposição de obediência (isto é, polícias do pensamento), estas pessoas içam logo a bandeira amarela de rendição onde está escrito de forma bem visível:
"Eu não acredito em nada e eu tolero tudo!"
Determinismo cultural
A cavilha da roda [inglês: "linchpin"] do marxismo cultural é o determinismo cultural, parente da política de identidade e da solidariedade de grupo. Por sua vez, o determinismo cultural foi gerado pela ideia darwiniana de que o homem mais não é que um animal sem alma e que, portanto, a sua identidade - a sua pele, as suas preferências sexuais e/ou as suas preferências eróticas - é determinada pelo exemplo.
Esta proposição rejeita o conceito do espírito humano, da individualidade, do livre arbítrio e de uma consciência moralmente informada (associada à culpabilidade pessoal e à responsabilidade) uma vez que ela nega a existência do Deus da Bíblia.
Conseqüentemente, e por extensão, ela rejeita também os primeiros princípios da liberdade americana enumeradas na Declaração de Independência. Estes são os nossos "direitos inalienáveis, entre os quais encontram-se a vida, a liberdade e a busca pela felicidade." O marxismo cultural deve rejeitar todos estes princípios porque eles "foram doados pelo nosso Criador" que fez o homem à Sua Imagem.
Para David Horowitz, o determinismo cultural é
... política de identidade - a política do feminismo radical, da revolução queer e do afro-centrismo - que formam a base do multiculturalismo acadêmico (...) uma forma de fascismo acadêmico e (...) de fascismo político também. (Mussolini and Neo-Fascist Tribalism: Up from Multiculturalism, by David Horowitz, Jan. 1998) 
É dito que a coragem é a primeira das virtudes porque sem ela, o medo paralisará o homem, impedindo-o assim de agir segundo as suas convicções morais e de falar a verdade.  Assim, trazer um estado geral de medo paralisante, apatia e submissão - as correntes da tirania - é o propósito por trás do terrorismo cultural psico-político, uma vez que a agenda revolucionária da esquerda comunista deve, a qualquer preço, estar envolta em secretismo.

O antídoto para o terrorismo cultural é a coragem e a luz da verdade.
Se nós queremos vencer esta guerra cultural, reclamando e reconstruindo nosso país de modo que os nossos filhos e os filhos dos nossos filhos possam viver numa "Cidade Resplandescente situada na Colina", onde a liberdade, as famílias, as oportunidades, o mercado livre e a decência florescem, temos que reunir a coragem de modo a que possamos, sem medo, expor a agenda revolucionária da esquerda comunista à Luz da Verdade. A verdade e a coragem de declará-la nos libertará.

Linda Kimball é autora de diversos artigos e ensaios sobre cultura e política.

Publicado no American Thinker - http://www.americanthinker.com
Tradução: Blog O Marxismo Cultural


Fonte: Mídia sem márcara

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

O elogio do crime

O ladrão inglês Ronald Biggs, que morreu  aos 84 anos, teve uma vida de celebridade

Veja

Só mesmo um século como o XX, marcado pela banalização - do mal, da vida, do que é ser uma personalidade -, poderia glorificar um ladrão, como fez com o inglês Ronald Arthur Biggs, que morreu no dia 18, aos 84 anos, em uma cada de repouso londrina. Argumentou-se, mundo afora, que não se tratava de um bandido qualquer, devido à sua participação no famoso assalto ao trem pagador. O crime: em 8 de agosto de 1963 - seu 34º aniversário -, Biggs mais dezesseis homens levaram de um combio que fazia o trajeto Glasgow-Londres nada menos do que 2,6 milhões de libras (hoje, 40 milhões de libras, cerca de 152 milhões de reais). A maior parte do dinheiro jamais foi recuperada. O mais impressionante é que Biggs não foi sequer o protagonista do roubo, o que, pela lógica da perversidade, justificaria a sua consagração. 

Condenado a trinta anos de prisão, conseguiu fugir. Viveria no Rio por três décadas com status de celebridade. Localizado, não pôde ser extraditado - sua amásia, Raimunda de Castro, uma ex-stripper, estava grávida. Da relação nasceria Michael, que entrou para o imaginário de milhões de crianças brasileiras como o Mike da Turma do Balão Mágico cantando: "Sou feliz, por isso aqui". Biggs deve ter sido feliz aqui. São famosas as fotos dele na praia, tomando chope, tocando tamborim ao lado de belas mulheres. Em 1978, gravou o clipe No One Is Innocent, com a banda punk Sex Pistols, que o citava na letra: "Deus salve Ronald Biggs". Após sua morte, o filho postou que o considerava um "mestre". Seu ghost writer o saudou como um dos grandes personagens dos últimos cinquenta anos. Como se vê, o século XXI segue parecido com o XX.

É punk. Bigss e os integrantes dos Sex Pistols, com quem ele gravou um clipe que o homenageia


quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

É Natal!



Assino embaixo!

Feliz Natal para todos e que o verdadeiro espírito do Natal permeie os corações de todos sobre a terra.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

NATAL HORIZONTAL


I Jo 3.16

Muito embora pouquíssimos crentes sejam chamados a sacrificarem (literalmente) suas vidas por amor a Deus, seu reino, sua causa, sua Palavra, seus valores (princípios) – como nossos irmãos mártires -; todos são chamados a, sacrificialmente, doarem suas vidas a favor do próximo, como prova de um verdadeiro novo nascimento (regeneração), bem como de um verdadeiro amor p/c/ Deus e seu irmão.

COMO?

Esse versículo está dentro de um grande texto, cujo contexto é uma grande mensagem de amor ao próximo nas suas mais variadas formas de expressão como prova do nosso verdadeiro novo nascimento (regeneração) e amor verdadeiro a Deus. Podemos oferecer a Deus duas provas de um verdadeiro novo nascimento e de um verdadeiro amor

I – VENCENDO SENTIMENTOS CARNAIS QUE ANULAM O AMOR DENTRO DE NÓS – VS 11 A 15

-Você acha que Caim não amava Abel? Não creio! Eram irmãos! Você acha mesmo que até o assassinato eles brigavam 24h p/dia? Não creio! Foram à escola juntos; compartilharam brinquedos; andaram de bicicleta juntos; apostaram corridas; Caim muitas vezes cantou o “parabéns pra você!” nos aniversários de Abel; não sei a exata diferença de idade, mas tudo leva a crer que freqüentavam a mesma classe da EBD; Caim participou e até ganhou alguns desafios (gincanas) de conhecimentos bíblicos.
Eu me lembro que certa vez ele ganhou um que tinha a seguinte pergunta: Qual o maior mandamento de Deus? Ele respondeu prontamente “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e ao próximo como a ti mesmo”
Qual o problema então de Caim?  Possivelmente ele não se rendeu totalmente ao Espírito Santo de Deus a ponto de ser quebrantado e vencer algumas tendências, inclinações naturais da carne, do nosso interior, da nossa disposição mental de resistência à obediência a tudo aquilo que está posto como norma, regra, princípio. Há um grito dentro de nós pela independência mental, intelectual, emocional, afetiva; daí o grande número de decisões erradas, casamentos errados, relacionamentos sagrados e não sagrados interrompidos, etc. Tudo começou com a nossa incapacidade de obedecer (primeiro a Deus e, depois, aos irmãos, nas diferentes formas de relacionamentos deixados por Deus
Com certeza Caim não trabalhou a questão da inveja latente em seu coração. Todas as vezes que Abel ganhou um concurso bíblico, ao invés dele receber a seguinte mensagem: Necessito estudar mais a Palavra de Deus, cultivar mais intimidade c/Deus, ele fazia a seguinte interpretação: Ele é um exibido, ele faz isso só pra se aparecer. Alguém está soprando as respostas pra ele – ele não sabe tudo isso! Fizeram perguntas mais fáceis pra ele. Todos gostam dele e querem favorecê-lo! E sua inveja aumentava mais e mais, chegando a transformar-se num ódio latente.
Ele nunca deu atenção à recomendação de Tiago de que o pecado (nas suas expressões mais grotescas) somente é consumado após esses instintos não serem debelados pelo Espírito Santo através da nossa rendição total a Ele e o deixarmos formar um verdadeiro caráter Cristão em nós; bem como de  que guerras, grandes conflitos e até assassinato nascem da inveja e cobiça não trabalhadas, tratadas.
Finalmente ele não trabalhou a questão do ódio, achando que era um sentimento natural ao ser humano – afinal, não somos anjos - , somos seres humanos de carne e osso (quando se alimenta o ódio, acabamos tendo muito mais carne do que osso). Ele nunca deu ouvido a exortação de Cristo de que todo aquele cujo coração alimenta ódio contra seu irmão, potencialmente é um assassino; e,dependendo do curso que este sentimento tomar, pode chegar literalmente ao assassinato

DAR A VIDA PELO IRMÃO É TRABALHAR ESTES INSTINTOS; PORQUE, AO FAZERMOS ISSO, ESTAMOS, SACRIFIALMENTE, NOS ENTREGANDO A UMA DISCIPLINA ESPIRITUAL; MATANDO, NÃO APENAS OS MEMBROS DO NOSSO CORPO; MAS, TAMBÉM, “OS FEITOS” DO CORPO (Rm 8.13)
II – COMPARTILHANDO NOSSOS BENS COM O IRMÃO NECESSITADO – VS 17-19

-A generosidade é uma conseqüência natural de que o amor de Deus está em nós – v 17
-A generosidade é uma prova natural de que amamos de fato e de verdade (e não apenas de língua) – v.18
-A generosidade é uma prova natural de que somos da “verdade” – v.19
OBS. Observem que João chama os recursos com os quais podemos socorrer nossos irmãos de “recursos deste mundo”. Não é interessante? Não são “absolutamente” nossos. São do mundo; mas que Deus, soberanamente, colocou em nossas mãos. Veja o que aconteceu, agora, em decorrência das chuvas na Bahia e no RJ. Ninguém pode segurar com suas mãos seus bens.
Quando acontece um tsunami, um ciclone, um tornado, um terremoto violentos; ou uma quebradeira geral da economia, os recursos naturais passam de mão em mão, influenciados por fatores sobre os quais não temos nenhum controle; e, muitas vezes, não podemos ignorar a graça divina nesses acontecimentos, nivelando todos os homens. A Bíblia diz que o mau, moral ou físico, vem sobre justos e injustos. O crente africano ñ é mais pecador que você! Esses são fortes argumentos a favor da generosidade.

Conclusão

Você apresenta em sua vida estas duas provas de amor a Deus e ao próximo? Seu amor p/c/ Deus pode ser provado com esta marca de um verdadeiro novo nascimento, coração regenerado? Você tem vencido estes instintos naturais? O homem, vindo do barro, tem três poderes: o sensitivo, o volitivo e o intelectivo: o homem sente, quer e pensa. Mas acima deles, Deus te deu, também, o poder do sangue de Jesus; o poder o Espírito Santo; através dos quais você pode vencer esses poderes tão atrelados à sua natureza pecaminosa e adquirir o caráter de Cristo. Você já venceu a resistência natural à obediência? A inveja? A ira? O ódio? Ao invés Caim assassinar seu irmão, Deus queria que ele fosse seu guardador. A mesma pergunta ele faz a nós. A mim e a você: Onde está teu irmão? A resposta depende se você tem vencido estes instintos da carne.
Você pode provar seu amor a Deus pela generosidade socorrendo seu irmão? Entende que os recursos são deste mundo? Use-os para a glória de Deus atendendo às necessidades do seu irmão. Esses recursos não vão sair “deste mundo”. Você também pode dar sua vida pelo seu irmão, tal como Cristo. Esse é o natal horizontal. O vertical é o de João 3.16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. O horizontal é o de I João 3.16 “Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e nós devemos dar a vida pelos irmãos”.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Julio Severo: PLC 122 sepultado: Maioria cristã do Brasil obtém ...

Julio Severo: PLC 122 sepultado: Maioria cristã do Brasil obtém ...: PLC 122 sepultado: Maioria cristã do Brasil obtém vitória inesperada e surpreendente com sua persistência e mobilização Julio Severo ...

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

O PODER DO EVANGELHO


Este vídeo demonstra para a sociedade o que o evangelho pode fazer pelas pessoas. Isso é apenas um lampejo do muito que um verdadeiro cristão tem a oferecer. Deus seja engrandecido sempre. 
Amém!


segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Meu professor de História mentiu pra mim: Tudo que seu professorzinho do méqui não lhe ensin...

Meu professor de História mentiu pra mim: Tudo que seu professorzinho do méqui não lhe ensin...: O brasileiro médio jamais para para refletir a questão "por que negros foram escravizados no intervalo de tempo entre os séculos XV ...

domingo, 17 de novembro de 2013

A IGREJA DE CRISTO E O MENSALÃO


“Eia agora, vós ricos, chorai e pranteai, por causa das desgraças que vos sobrevirão. As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão roídas pela traça. O vosso ouro e a vossa prata estão enferrujados; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e devorará as vossas carnes como fogo. Entesourastes para os últimos dias. Eis que o salário que fraudulentamente retivestes aos trabalhadores que ceifaram os vossos campos clama, e os clamores dos ceifeiros têm chegado aos ouvidos do Senhor dos exércitos. Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações no dia da matança. Condenastes e matastes o justo; ele não vos resiste”. (Tiago 5.1-6)
Diante do que o Brasil está vivendo: A condenação e prisão de líderes empresariais e políticos, não é possível não parar para fazer uma reflexão – especialmente o cristão - , ele é obrigado a fazer isso por uma questão de compromisso com Deus.

Parece que não é um tema afeito aos crentes, às igrejas de Cristo e seus líderes. Mas é! Parece que Deus – especialmente olhando para as pregações cotidianas em nossos púlpitos -, se relaciona com os homens, com as nações, tão somente do ponto de vista redentor, preocupado com a salvação de suasd almas. Parece que a ele – do nosso ponto de vista -, não interessa estas questões políticas e políticos corruptos, de injustiça, péssima educação, violência e criminalidade nas alturas e, muitas vezes, sem a punição devida, por causa do nosso próprio sistema de leis já elaborado dentro desta cultura de proteger o mal. A nós, parece que a Deus não interessa a questão da pedofilia, da exploração sexual de menores, das péssimas condições de saúde a que o povo brasileiro é submetido – enquanto há recursos para se construir inúmeros estádios ao nível de primeiro mundo, somente para atender um momento específico; uma vez que, após 2014, eles serão de uso particular -, transporte coletivo provocando revoltas em seus usuários.

No entanto, se olharmos para o Antigo Testamento, veremos que todo o relacionamento de Deus com Israel e as demais nações foi em função do estilo de vida corrupto, idólatra e de injustiça, em todas as áreas: Do povo, aos líderes políticos e religiosos. Sempre de condenação. Vejam: “Mas há pouco se levantou o meu povo como um inimigo; de sobre a vestidura arrancais o manto aos que passam seguros, como homens contrários à guerra. As mulheres do meu povo, vós as lançais das suas casas agradáveis; dos seus filhinhos tirais para sempre a minha glória. Levantai-vos, e ide-vos, pois este não é lugar de descanso; por causa da imundícia que traz destruição, sim, destruição enorme” (Mq 2.8-10); “E disse eu: Ouvi, peço-vos, ó chefes de Jacó, e vós, ó príncipes da casa de Israel: não é a vós que pertence saber a justiça? A vós que aborreceis o bem, e amais o mal, que arrancais a pele de cima deles, e a carne de cima dos seus ossos, os que também comeis a carne do meu povo e lhes arrancais a pele, e lhes esmiuçais os ossos, e os repartis em pedaços como para a panela e como carne dentro do caldeirão. Então clamarão ao Senhor; ele, porém, não lhes responderá, antes esconderá deles a sua face naquele tempo, conforme eles fizeram mal nas suas obras” (Mq 3.1-4). Na sequência do texto, Deus irá repreender os líderes religiosos de Israel.

No texto que abrimos este artigo, temos Tiago, o irmão do Senhor, provando que é um tema, sim, afeito, obrigatoriamente, ao povo de Deus, sua igreja e seus líderes. Com certeza ele chegou a esta conclusão lendo o sermão do monte (Mateus 5 a 7). Este é um tempo de orar pelo Brasil, pelos nossos governantes; mas, acima de tudo, por nós mesmos, por nossos líderes pastores,  irmãos empresários e os que exercem a política, para que sejam “irrepreensíveis no meio de uma geração corrupta e perversa” (Fp 2.15); mas, também, de pregar contra tudo isso. “Abre a tua boca a favor do mudo, a favor do direito de todos os desamparados. Abre a tua boca; julga retamente, e faze justiça aos pobres e necessitados”. (Pv 31.8-9). Essa é a vontade de Deus!

Autor: Genevaldo Edino de Souza Bertune,
Pastor Adjunto da Igreja Batista da Família, Higienópolis/SP.

sábado, 9 de novembro de 2013

PRETO NO BRANCO


Vamos lá, como já sabia, esse assunto não é pontual e nem tampouco uma excessão à regra, mas sim uma prática sistemática que teve início no Brasil com a ascensão do atual governo ao Poder e posteriormente com a criação do Ministério da "Igualdade Racial", que de igualdade não tem nada, começando pela escolha dos ministros que nunca são "brancos". Se esse ministério fosse realmente para ser justo teríamos representantes de todas as etnias brasileiras e isso seria uma enorme confusão, pois temos uma variedade enorme de etnias. Mas, sem entrar por esse caminho gostaria de me ater na verdade ao assunto que tomou conta dos blogues de notícias durante essa semana. Estou falando das cotas raciais para negros. 

Tudo começou com as cotas raciais para acesso nas universidades públicas, que como já se sabe sou totalmente contra, pois isso fere o princípio constitucional da isonomia, mesmo tendo o Supremo dito o contrário, acato a decisão mas não concordo com ela. 

Agora ronda em nosso arraial a segunda fase da segregação racial ao contrário que é a proposta para cotas raciais na política e finalmente um projeto de lei encaminhado pela presidenta, ops! quase cai no erro grosseiro de português imposto por algum ser super inteligente ao escrever presidenta...rs

Esse PL segue em regime de urgência e deverá ser votado e aprovado em poucos dias.

Como já repeti inúmeras vezes, esse pessoal que gosta de dizer que no Brasil temos um racismo camuflado, etc, não desiste nunca, porque eles são brasileiros e irão continuar tentando nos dividir em raças desfazendo o que foi construído em mais de quinhentos anos para implantarem um apartheid tupiniquim, aonde nascer "branco" e pobre será a maior desgraça que alguém poderá sofrer.

Reinaldo Azevedo em seu blog da Veja disse: "O futuro servidor não entrará no serviço público para ganhar uma nova competência (como a oferecida pela universidade) que o mercado de trabalho lhe vai cobrar mais adiante. Não! Do estado brasileiro, espera-se apenas que cumpra o seu dever e selecione os mais aptos — em benefício, diga-se, de brancos, mestiços e negros."  

Veremos, infelizmente o dia, neste país aonde a cor de sua pele definirá se alguém terá mais direitos do que outros e pior ainda será o dia em que suas opiniões definirão seu futuro, aonde aquele que não tiver seu pensamento doutrinado pelo marxismo ficará fora das oportunidades de acesso as melhores universidades brasileiras. O texto escrito por Paulo Briguet no site Mídia Sem Máscara define claramente essa verdade, em seu artigo Perdeu, Playboy.

Já escrevi bastante sobre esse tema, aonde demonstro que existe em curso no Brasil uma tentativa velada de dividir os brasileiros em grupos raciais, assim como destruir a unidade que temos, para dessa forma poderem conquistar seus objetivos de manutenção do Poder pelo Poder.

Você é afrodescendente? É 100% negro? Então prove! 

Não existe no Brasil ninguém 100% nada, somos um povo mestiço que vinha muito bem até anos atrás quando alguns racistas às avessas começaram a implantar isso na mente daqueles que não pensam e aceitam tudo pronto.

100% brasileiros ou nada.

Autor: Tom Alvim
Imagem: Rede Fonte



quinta-feira, 7 de novembro de 2013

ADHT: DefesaHetero.org: “Evangélicos são otários”: O combate à cultura da ...

ADHT: DefesaHetero.org: “Evangélicos são otários”: O combate à cultura da ...: Rev. Alberto Thieme O padre Paulo Ricardo dá boas instruções sobre marxismo cultural, a cultura da morte, os planos da ONU e do PT para f...

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

COMO CRIANÇA


Marcos 10.13 a 16

Por onde Jesus passava era cercado por todo tipo de pessoas, inclusive de pessoinhas: as crianças. Jesus era deliciosamente atraente para as crianças como o mel é para as abelhas (penso eu). A pureza que atrai a pureza... Mas eram apenas crianças, pensavam os discípulos de Jesus, e o conceito de grandeza e igualdade ainda não era compreendido por eles. Então, eles as afastavam. Mas Jesus, que não perde a oportunidade de ensinar, vendo aquilo declara: "Deixai vir a mim os pequeninos porque dos tais é o reino de Deus, pois quem não receber o reino de Deus como uma criança não poderá entrar nele."Assim, Jesus qualifica quem irá habitar no reino de Deus e determina um padrão para entrar nele: ser como criança? "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome"(João 1.12)
Ser criança é poder ir com o pai para onde ele determinar ainda que não concorde. Ser criança é comer o que é oferecido pelo pai ainda que o sabor não agrade. É vestir a roupa que não escolheu e não se importar com isso. 
Ser criança é poder chorar sem embaraço. E, se tiver medo, se esconder debaixo das grandes pernas do pai sem constrangimento nenhum. Ser criança é não ter vergonha de reconhecer com sinceridade o erro e, em seguida dizer: "eu te amo". Ser criança é ter a habilidade de pedir desculpa para o coleguinha que ofendeu e recuperar o melhor amigo em cinco minutos, porque foi assim que o pai ensinou. Ser criança é viver um dia de cada vez e nem saber que existe amanhã. Ser criança é deitar e dormir, tendo a certeza que o pai vai estar lá ao acordar. Ser criança é acreditar sem saber explicar por que se acredita. É amar porque amar é bom. E, abraçar muito! Ser criança é não ter identidade própria e ter a maior alegria quando escuta:"você é a cara do seu pai!". Este é o povo que povoa o céu: os pequeninos filhos de Deus. Simples assim! Aí, a gente complica, começa a querer crescer e se tornar independente. Esquecemos que com a independência vem às contas para pagar. E, elas custam caro... Custa sangue. Bom é que podemos correr e voltar para a casa e o colo do Pai e continuar eternas crianças. Aleluias!

Autor: Pr. Marcos (Silvianópolis)
Imagem: Stock.xchng

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

HERÓIS


Cresci lendo gibis, e não foram poucos não. Talvez tenha lido toda a coleção de um de meus irmãos mais velhos, desde Cebolinha até Homem-aranha, X-man e Conan o Bárbaro e mesmo sabendo que aquilo era ficção não deixava de querer, lá no fundo, ser como eles.

A minha imaginação voava e eu junto com ela percorria mundos incríveis, pois queria muito ser alguém importante aos olhos alheios, e queria também ser admirado por todos ao meu redor. Cheguei a querer ser uma espécie de líder mundial famoso que fosse muito sábio e com poderes incríveis. Coisas de criança?

Não; na verdade coisas de ser humano que precisa muito ser amado, querido, admirado. Coisas de ser humano que quer ser maior, melhor e mais poderoso do que os outros. Na verdade esse tipo de herói é um arquétipo para saciar o nosso pecado, e isso se evidencia principalmente nos heróis forjados hoje em dia. Vejamos:

- Mutantes: seres humanos que são "melhorados" pela evolução. Vide X-man evolution.

- Heróis Nacionais: seres humanos, realmente humanos, mas forjados por interesses de se ter ícones ideológicos para serem adorados pelo restante dos outros seres nem tão humanos assim, ou seja todos que não forem a classe dominante, ou que não estiverem no poder.

A perspectiva humana é muitíssimo diferente do ser inteligente que criou a todos nós. O único que realmente tem poderes infinitos e até mesmo jamais alcançados pela mente humana. Esse ser inteligente, que é DEUS não nos usa, não precisa ser reconhecido nem mesmo como Deus, pois isso ele já é sem que alguém tenha que dar o seu selo de autenticidade ou de aprovação.

Deus não tem sombra de pecado e é na verdade o único herói verdadeiro que nos resgatou da MORTE eterna, para vivermos junto a ele para sempre. Jesus Cristo, morreu por nós em um ato heróico, por decisão própria, por mim e por você querido leitor. Ele quer nos tornar seres humanos melhores, que são trabalhados, dia após dia, através de uma busca incessante do padrão de aferição humana que é Cristo e a partir daí, somos "melhorados", resgatados, aferidos, a nossa condição inicial de sermos semelhantes a Deus.

Heróis existem alguns por ai. Heróis de verdade, e sei de seu valor. Assim como os bombeiros, os policiais, os enfermeiros, e muitos outros, que dariam a sua vida para salvar vidas de desconhecidos, mas o maior e único ato heróico que irá produzir mudança de vida, de caráter, de valores e principalmente da salvação da alma, foi a morte de Cristo na rude cruz.

Quando o homem ignora a Deus tenta colocar outro salvador em seu lugar e acabam apelando para a ficção colocando qualquer coisa em seu lugar. Não admitem que ele deve nos bastar e ser o nosso porto seguro nos dias tempestuosos.

Pense nisso! Reavalie seus heróis, muitos deles foram inventados por homens que não tem compromisso nenhum com a verdade e que fazem de tudo para que sejamos presas fáceis de seus heróis desgraçados, sem escrúpulos, sem honra e sem amor nenhum pelo próximo. Não aceite tudo pronto e não permita que conduzam sua vida através de doutrinações  sistemáticas produzidas nos arcabouços  ideológicos do pior que existe na mente humana.

Cristo Jesus; o nosso único e verdadeiro herói.

Autor: Tom Alvim
Imagem: kboing.com.br

domingo, 13 de outubro de 2013

DEUS TE AMA!


"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. "(João 3:16)

Que exclamação mais linda é essa: Deus te ama! Essa afirmação pode despertar inúmeras reações naqueles que a ouvem, desde conforto até incredulidade, mas a frase fica no inconsciente humano, lembrando que existe alguém maior que se importa conosco.

Por isso é tão importante dizermos essa frase para quem estiver em nossa área de influência. Dizer-mos através de palavras e principalmente através de atitudes, pois o amor é trazido a realidade através da prática. Ele revela-se assim em nosso dia a dia; Jesus Cristo provou o seu amor por nós na Cruz (Romanos 5: 8).

Cristo não ficou apenas nas palavras, ele partiu para a ação e moveu-se para perto do pecador, resgatando-o para junto de si. A demonstração de seu amor para com o ser humano fez-se quando ele tornou-se humano e viveu entre nós. É claro que ele não precisava disso para saber pelo que passamos, mas essa proximidade existiu mais para que nós o aceitemos como alguém que entende a nossa dor, do que se ele não tivesse tomado essa decisão. 

Nós precisávamos dessa demonstração de amor e ele nos deu para que depois a dividisse-mos com outros ao nosso redor.

Deus te ama e não existe nada que você possa fazer para ele te amar menos, o seu amor é incondicional. Olhe para o alto e deixe que esse amor transborde em seu viver e experimente o que é ser amado de verdade. Sem interesses mesquinhos e sempre querendo o seu bem.

Deus te ama!

Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Julio Severo: Marina Silva: a “conservadora” pirata

Julio Severo: Marina Silva: a “conservadora” pirata: Marina Silva: a “conservadora” pirata Historiador não consegue identificar adepta da Teologia da Libertação como esquerdista evangélica...

domingo, 6 de outubro de 2013

O poder do perdão

O perdão é abençoador e quem perdoa se livra de uma carga imensa de "suas costas". Então, o perdão é duplamente benéfico, pois sara e nunca causa dor, só alivio.

Ouvi uma frase hoje que diz: "Você quer ser feliz por um breve momento, então VINGUE-SE; mas você quer ser feliz para sempre, então PERDOE". Não sei quem é o autor, mas se descobrir irei colocar os créditos aqui, contudo fui grandemente impactado por ela, que parece simples, mas que carrega em si uma enorme verdade. 

O perdão nos liberta e nos faz lembrar que Jesus Cristo nos perdoou primeiro de nossas ofensas morrendo na cruz, ele nos perdoou e nos ensina a perdoarmos também. Por isso é sempre maravilhoso obedecermos ao nosso Deus.

"E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;" (Mateus. 6:12)

Você já perdoou hoje?

Faça isso e viva feliz para sempre.

Autor: Tom Alvim.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

O cantor Juninho Lutero está sendo processado por causa desta música...

ADHT: DefesaHetero.org: O cantor Juninho Lutero está sendo processado por ...: Juninho Lutero - Matéria Prima Original (Clip Oficial) Diga SIM a fa mília e NÃO a PL 122 http://www.youtube.com/watch?annotation_id=annot...

domingo, 22 de setembro de 2013

AS PISCINAS E OS RATOS

"Porque não há retidão na boca deles; as suas entranhas são verdadeiras maldades, a sua garganta é um sepulcro aberto; lisonjeiam com a sua língua. (Salmos.5:9)"

Infelizmente os dias que se passaram revelaram àqueles que não queriam ver, a verdadeira imagem do nosso País. Impunidade generalizada, conchavos, falta de ética, falta de quase tudo. Menos de vergonha na cara.

Na terra aonde tudo que se planta dá, temos colhido corrupção, mentira e decepção, ou seja, só colhemos o que plantamos, e neste caso estamos plantando desde 1500. Já faz um bom tempo, não é mesmo? Mas a colheita está só começando, na verdade os que plantam não tem pressa. Por que o mau não precisa de muitos cuidados para ser colhido, ele naturalmente vem quando se teve o cuidado, mesmo que meio descuidado de se plantar, e assim plantasse nas escolas o socialismo/marxismo nas mentes inocentes dos infantes, depois usa-se a engenharia social e a mídia em geral, contaminada pela ideologia que a ONU paulatinamente vem despejando no ocidente.

E por falar em ideologia, lembro-me de um cantor popular brasileiro que disse em uma de suas música: "Suas piscinas estão cheias de ratos..." Já deixo bem claro que não tenho nenhum sentimento de simpatia por esse falecido cantor pop, mas essa letra é perfeita para o momento que estamos vivendo, pois estamos dentro de um local aonde os ratos estão nadando de braçada. Estão nas piscinas, estão nas escolas, estão nas repartições públicas, estão em muitas igrejas, estão na internet e acabaram de chegar nos refrigerantes. Bonitos por fora, com aparência refrescante, mas cheio de mosto por dentro. Assim caminha a humanidade, despejando em todos os lugares possíveis a tolerância, intolerante, o amor cheio de ódio e a verdade mentirosa.

As piscinas estão cheias de ratos e as mentes estão ficando dia após dia doutrinadas por aqueles que um dia foram - graças a Deus - derrotados. Eles pegaram em armas, mataram, roubaram e destruíram e hoje posam de heróis. Mas, talvez, esse seja o tipo de heróis que os brasileiros mereçam, pois "cada povo tem o governo que merece" e nós temos o nosso. Nas próximas eleições seremos movidos às urnas pelos nossos estômagos e não pelos nossos cérebros. Votaremos de acordo com nossos interesses mais mesquinhos e continuaremos sem pensar na coletividade, para pensarmos somente e tão somente em nós mesmos.

As piscinas e os ratos. Eles já não se contentam mais apenas com as piscinas, estão invadindo tudo e não terminarão até que o último canto da terra esteja preenchido por seu odor peculiar da mentira e do sarcasmo, marca registrada deste mundo pós-moderno, aonde basta um mergulho, ou um gole para que sejamos cotaminados.

Autor: Tom Alvim

domingo, 15 de setembro de 2013

FALEMOS DE CRISTO

Creio que uma das experiências mais marcantes na vida de um cristão seja falar de Cristo para as outras pessoas. Esse exercício de amor ao próximo é tão importante quanto dar um prato de comida, ou uma roupa para alguém que esteja necessitando, contudo, sabemos que "saco vazio não para em pé" e quando podemos, fazemos os dois: Entregamos o pão que alimenta o corpo e o Pão que alimenta e salva o espírito.

Sempre que Deus me concede a oportunidade de falar do seu amor para alguém, aprendo muitas coisas. Aprendo que o ser humano quer ouvir e ser ouvido e na maioria das vezes, as pessoas não querem somente ouvir desse amor de forma fria e mecânica, mas querem também falar de suas vidas e de seus problemas; é uma relação humana e não teórica.

Por isso, aproveite sua vida para ser instrumento de salvação para outras vidas, mas nunca se esqueça da conversa franca, dos olhos nos olhos, da sinceridade e do verdadeiro amor de Deus em nós, que se traduz pela ação. Deus nos ama e nos mostra isso agindo. Ele não fica somente no discurso.

Ele fala e faz!

Assim é o nosso Deus. Sejamos assim também.

Autor: Tom Alvim
Imagem: Google

domingo, 8 de setembro de 2013

Mentiras tidas como verdades: Casal gay




Significado de Casal (Dicionário Aurélio on-line)

"s.m. A fêmea e o macho: casal de animais.
O marido e a mulher: o casal foi ao cinema."

Só sendo muito canalha mesmo para dizer que existem casais gays. 

Podem existir dupla gay, par gay, parceiros gays, companheiros gays, etc, mas CASAL gay só se alguém for muito burro ou estiver querendo confundir a cabeça das pessoas que não se importam com a verdade, então creio que o segundo exemplo é o mais correto. Aqueles que usam esse termo, casal gay, querem legitimar aquilo que não é legítimo e criar uma situação inexistente. 

Como já se sabe apenas um homem e uma mulher podem gerar vida. 

Ninguém neste mundo tem conhecimento de que um "casal gay" conseguiu engravidar, porque eles não são um casal.

Essa mentira está sendo perpetrara como sendo uma verdade, mas é na verdade:

Mentira pura!

Autor: Tom Alvim
Imagem: Google

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Reedições - Sou Batista sem sobrenome.

Este artigo seria até desnecessário, porque amo a igreja de Cristo sem distinção de bandeiras denominacionais e ele não foi escrito para afrontar a ninguém que creia diferente de mim, mas apenas para propagar a quem interesse como entendo determinados assuntos:

Certa vez me perguntaram se eu era Batista tradicional, a minha resposta foi que sou Batista sem sobrenome: Apenas Batista.

Quem tem sobrenome são aqueles que saíram de nossa denominação: Batistas Renovados, Batistas Pentecostais, Comunidade Batista, etc. Os Batistas simplesmente são originais e ponto. Parece que é uma resposta arrogante, desde que aqueles que perguntem não o façam usando o "sobrenome" Tradicional de forma pejorativa. Ou seja, se alguém declara-se Tradicional é porque é um crente sem poder, um crente pela metade, e que é engessado.
 
Volto a dizer que, não creio que a salvação vem por intermédio de denominações, e sim por intermédio de Jesus Cristo, mas um fato intrigante tem me chamado a atenção e me motivado a digitar essas linhas. Se você, como Batista, defender sua declaração doutrinária dentro de uma igreja Batista possivelmente alguns irão te olhar como sendo quase um herege, um intolerante, uma pessoa estranha.

Estranho seria um Batista ir a uma outra igreja defender essas convicções. Isso seria, estranho, anti-ético, e reprovável. Por isso vim a público expor o que penso para que, ao me olharem, já saibam  em que creio e que defenderei estas posições sem medo de cara feia ou de reprovação, desde que feito dentro do âmbito Batista e como Professor da Classe dos Jovens não ensinarei jamais coisa diferente disto, procurando ser tolerante com aqueles que crerem diferente, mas não permitindo que digam que estamos errados dentro de nossos bancos escolares da EBD (enquanto eu for professor):

- LÍNGUAS ESTRANHAS:
Não creio em línguas estranhas como sendo uma língua de anjos, ininteligíveis, etc. Para mim são apenas LÍNGUAS ESTRANGEIRAS;

Existe um estudo muito bom neste link.

E para finalizar, no livro do Pastor Genevaldo, Introdução a um cristianismo pleno, também existe um excelente estudo sobre o assunto. Mas sei que a maioria das pessoas não irão querer ter o trabalho de verificar se isso é realmente Bíblico ou não, apenas acreditam no que vêem sem questionar nada.

- PASTORAS: Me diga aonde tem uma igreja Batista com pastora ou pastoras que eu nunca farei parte dela. Não é preconceito e nem machismo, é leitura bíblica.

- ORAÇÃO NO MONTE: Não tenho nada contra, já orei em vários lugares, inclusive em matas fechadas, pois estava acampando, mas não creio que somente no MONTE Deus responda as orações, ele responde em qualquer lugar. Na verdade o lugar é o que menos importa para isso;

- PROFECIAS: Para mim é a exposição da Palavra de Deus;

Outro dia fiquei sabendo de um pastor Batista que em um culto ficou "profetizando". A minha pergunta é: Essas profecias se realizarão? Pois, se não se realizarem esse pastor é um falso profeta!

As profecias que devemos saber estão registradas na Bíblia e não há mais necessidade de surgirem novos profetas...muito cuidado com esses modismos que alguns pastores tem aderido. São pura heresias!

- Imposição do MEDO para dizimar:
Entrega de oferta e dízimos deve ser por AMOR a obra e nada mais;

- Medo de DEVORADOR e de MALDIÇÕES: Jamais tive e jamais terei em Cristo Jesus, sou liberto de tudo isso;

- PROSPERIDADE FINANCEIRA:
Creio que a maior prosperidade que existe para o crente é prosperidade da alma. Tem uma galera que hoje só canta e prega isso, fazendo-me lembrar das saudosas músicas e pregações que se preocupavam em engrandece o nome do Senhor, em dizer o quanto esperávamos sua volta com alegria, etc;

- Doenças como sendo influência demoníaca: Algumas podem ser, mas a maioria são proveniente do nosso estado como ser humano decaído. O pecado trouxe as doenças. Por isso, vá ao médico quando ficar doente e ore também, pois os dois métodos são plausíveis e importantes;

- Possessões demoníacas:
Existem, mas não devemos ficar querendo fazer "entrevista como o vampiro", caso se manifeste TEMOS em Deus o poder de expulsá-los;

- Milagres: Meu filho esteve internado na UTI-Neonatal a beira da morte e foi curado e livre de qualquer sequelas, mas não ficamos repreendendo nada e nem dizendo que não aceitava-mos aquilo na vida dele. Dissemos, em oração, para Deus que ele fizesse a vontade dele e não a nossa. Isso incluía a morte do Lucas, se fosse da vontade divina, mas Deus quis curá-lo. Toda cura só vale à pena se resultar em salvação, ações de graças, e engrandecimento do nome precioso de Deus;

Sou batizado NO e COM o Espírito Santo e este fato se deu no momento de minha conversão a Cristo. Não aceito de jeito nenhum que digam que preciso de um segundo batismo, seja ele qual for.

Alguns dizem que precisamos apenas crer, mas em meu entender este crer deve ter respaldo bíblico ou será um achismo sem conteúdo. Não vou ficar tentando explicar o que esta acima descrito, porquê esse post ficaria enorme e a minha intenção é apenas registrar as minhas opiniões e não fazer defesa teológica delas, apesar de ter feito minuciosa pesquisa bíblica de cada um destes pontos.

E tenho dito.

Autor: Tom Alvim
Imagem: Google

sábado, 24 de agosto de 2013

Que mundo é esse?


Estamos vivendo tempos de idiotice generalizada, aonde tudo está sendo deturpado. Aqui no Brasil o nosso governo, ou des-governo, está importando "médicos" cubanos para implantar paulatinamente o socialismo, e escolheu, é claro, o interior, pois será mais fácil doutrinar a população daquelas bandas. Também irá aproveitar para fazer um proselitismo pró-governo, afinal de contas em 2014 teremos novas eleições, e eu sonho com o dia que essa esquerda fedorenta será banida do poder.
Enquanto isso, vamos aturando os absurdos produzidos por essa cambada.

Obs.: Postei a charge acima porque ela retrata muito bem o mundo em que vivemos hoje. Ela é uma charge claramente de um desenhista norte-americano, mas pode ser entendida como uma realidade que acontece em qualquer lugar do mundo.

Autor: Tom Alvim
Imagem: Google

Meu professor de História mentiu pra mim: Truque esquerdista 01 - Inversão da denúncia

Meu professor de História mentiu pra mim: Truque esquerdista 01 - Inversão da denúncia: O “pensamento” esquerdista é baseado em mentiras e/ou deturpações dos fatos. E isso é muito fácil de comprovar. Mas no calor de um debate, ...

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Os 4 mil escravos de jaleco do Partido Comunista de Cuba custarão ao Brasil R$ 40 milhões por mês. Deve ser o maior escândalo do PT em quase 11 anos de governo

Nunca, leitores, nunca mesmo!, os subestimem. Quando vocês acharem que eles já chegaram ao limite do tolerável, fiquem certos: eles darão mais um passo, mais dez, mais mil. Não param nunca! Não têm compromisso com a palavra, com os fatos, com a razão, com a decência, com o bom senso, nada! Neste fim de semana, chega o primeiro lote de escravos-médicos de Cuba. Serão 400 de um total previsto de 4 mil. Por enquanto! Uma operação dessa magnitude não se planeja da noite para o dia.
Alexandre Padilha jamais deixou de cuidar do assunto, muito especialmente quando anunciou que o governo havia desistido da ideia. Pasmem! Isso aconteceu no dia 8 de julho — há menos de um mês e meio. Enquanto dizia ao país uma coisa, tramava outra. O que ele quis foi impedir a reação dos críticos. Por isso agiu à socapa, à sorrelfa, por baixo dos panos, transformando um projeto de governo quase numa conspiração.
lembrei aqui que o ministro da Saúde não criou um maldito estímulo que fosse para a interiorização dos médicos brasileiros. E não o fez porque seu projeto era outro. A decisão de importar os 4 mil escravos do Partido Comunista cubano, que também serão agentes do petismo, soma interesses de natureza ideológica, política e eleitoral. Esclareço.
Quem são?
Os médicos que chegarão ao Brasil já atuaram em democracias bolivarianas exemplares como Venezuela, Bolívia e Equador. Conheço bem a questão por razões que não vêm ao caso. Se os jornalistas investigativos forem apurar (eu só investigo a falta de lógica), vão descobrir que Cuba tem uma espécie de exército de jaleco para trabalhar mundo afora. Todos eles, sem exceção, são filiados ao Partido Comunista e considerados “quadros” do regime. Não! Não se trata de inferir que, no Brasil, tentarão fazer a revolução ou implantar o comunismo. Isso é besteira. A questão é de outra natureza.
Em todos os países onde atuam, eles se tornam, aí sim, prosélitos do governo que os importou. Se assim não agem por vontade, fazem-no porque não têm alternativa. Os países que os abrigam não fazem contrato com eles, mas com ditadura cubana. A Organização Pan-Americana de Saúde entra na história apenas para, como direi?, lavar a natureza do acordo indecente. Indecente?
Sim! O Brasil pagará R$ 10 mil por cubano importado — e esse dinheiro será repassado a Cuba. A ilha, então, se encarregará de pagar os médicos. Esse mesmo tipo de contrato vigorou com a Venezuela, Equador e Bolívia. Os médicos chegam sem suas respectivas famílias. Nem sonham, portanto, em desertar. A atividade, no entanto, rende um pouco mais dinheiro do que permanecer naquela ditadura paradisíaca.
Atenção! Embora trabalhando para o sistema público de saúde no Brasil, os médicos obedecem ao comando de cubanos. Estarão por aqui, mas sob a estrita vigilância de bate-paus do Partido Comunista. Deles se exige que, no contato com as comunidades pobres, sejam agentes de propaganda do governo. É evidente que, caso criasse as condições para interiorizar médicos brasileiros, Padilha não contaria com essa sujeição.
E por que os cubanos se submetem? Ideologia? Não necessariamente. É que não têm alternativa. Para o seu futuro e o de sua família, ficar na ilha é pior. O Brasil não terá nenhum controle dos médicos que vão entrar ou sair. Serão os cubanos a decidir quem fica e quem vai . Como eles não terão o seu diploma validado aqui, não têm como, por exemplo, abandonar o programa e passar a clinicar por conta própria.
ENTÃO VEJAM QUE MARAVILHA! OS CUBANOS SÓ SÃO CONSIDERADOS APTOS A TRABALHAR AQUI SE ESTIVEREM LIGADOS AO GOVERNO DA ILHA. SEM ISSO, NÃO!
Contra a terceirização?
Lembro-me do escarcéu que petistas e outros esquerdistas vulgares fazem contra a administração de hospitais públicos por OSs (Organizações Sociais). Os vigaristas costumam dizer que se trata de privatização do bem público e outras bobagens. E o que faz o PT? Na prática, terceiriza 4 mil postos médicos, entrega-os ao controle dos cubanos e alimenta aquela tirania com R$ 40 milhões por mês. Ora, poderia haver terceirização pior do que essa, com os médicos obrigados — alguns certamente por gosto e ideologia — a fazer proselitismo político, sob pena de ser mandados de volta ao hospício de Fidel e Raúl Castro? É um escândalo, a meu juízo, sem par na era petista.
A importação dos médicos se dá a pouco mais de um ano da eleição presidencial e para os governos de Estado. Dilma deve tentar um segundo mandato. Padilha vai disputar o Palácio dos Bandeirantes. Em recente encontro do PT, Lula afirmou que o ministro tinha antes de trazer os médicos para, aí sim, anunciar a candidatura.
Vamos ver, insisto neste ponto, o que fará o Ministério Público do Trabalho, sempre tão diligente quando se trata de apontar trabalho semelhante à escravidão em fazendas ou oficinas de costura. E no caso dos médicos? Resta evidente que o governo de Cuba os mantém atrelados ao regime, entre outras razões, porque dispõe de instrumentos para puni-los caso se rebelem — e a família é um argumento bastante forte.
Não sei, não! Tenho para mim que, num exame cuidadoso das leis, não será difícil chegar à conclusão de que esse acordo é ilegal. Numa entrevista, Padilha reafirmou que repassará a Cuba R$ 10 mil por médico, mas que a remuneração dos doutores é decisão daquele país; o Brasil não teria nada com isso. Como não? Então vamos encher as burras de Cuba com os recursos de um programa público de saúde, vinculado ao SUS, e ignorar que boa parte desse dinheiro será surrupiado?
Curioso, não é? Segundo as leis brasileiras, uma loja de departamentos que compre roupas de uma oficina que explore trabalho degradante pode passar a ser corré (essas novas regras do hífen são de matar…) numa ação ainda que ignorasse o fato. E se vai tolerar que a presidente de um país e seu ministro da Saúde sejam beneficiários de um trabalho em tudo similar à escravidão?
No encerramento deste texto, é forçoso que eu lembre: Hugo Chávez evidencia a excelência da medicina cubana, e Lula e Dilma, a da medicina brasileira. Na hora do pega pra capar, os petistas não apelaram nem aos cubanos nem ao SUS. Preferiram o Sírio-Libanês.
Por Reinaldo Azevedo

ADHT: DefesaHetero.org: LOBÃO:"Réplica ao texto do Sr. Emir Sader"

ADHT: DefesaHetero.org: LOBÃO:"Réplica ao texto do Sr. Emir Sader": Réplica ao texto do Sr. Emir Sader ESCRITO POR LOBÃO | 22 AGOSTO 2013 ARTIGOS -  MOVIMENTO REVOLUCIONÁRIO Sr. Emir Sader, Tomo ...

sábado, 10 de agosto de 2013

Militantes gays hostilizam Feliciano dentro de avião. Onde está mesmo a intolerância? Ou: Se deputado tivesse reagido, como eles queria, seria homofobia?

É o fim da picada! O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), e o produtor musical Roberto Marinho foram hostilizados dentro do avião, que partiu de Brasília, por um grupo de gays. Dois deles se levantaram, foram ao lado das poltronas de Feliciano e Marinho, começaram a dançar — um se esfregava em Marinho, e o outro passou a mão na cabeça do deputado. Vejam.


O mote do protesto — um dos envolvidos chega a “entrevistar” uma passageira sobre o tema — é uma ficção: o tal do projeto da cura gay, que nunca existiu. Trata-se de uma invenção da imprensa e dos militantes.
Muito bem! Estou entre aqueles que acreditam que as pessoas não podem e não devem ser assediadas em razão de sua condição sexual, física ou de suas opiniões — desde que estejam jogando o jogo democrático. E Feliciano está, ainda que se possa discordar dele, ora!
Isso que se viu é aceitável?
Transcrevo trecho de reportagem da Folha:

No microblog, Feliciano agradece aos passageiras e a companhia aérea. “Agradeço aos passageiros do voo AD5019 BSB x GRU bem como a equipe da @azulinhasaereas e o apoio da Polícia Federal do Aerop de Guarulhos.” O deputado ainda afirmou: “Não sou contra gays, sou defensor da família natural!”
Em uma troca de conversa pelo Twitter com Karen, uma das filhas de Feliciano, Marinho disse que não sabe como não reagiu e chama um dos rapazes de idiota. “Voltamos da vigília agora e vi o vídeo. Nem sei como não reagi, só Deus mesmo. Mas a vitória será grande. Por isso filmaram, pra ver se teria reação. O idiota ainda pediu o povo pra cantar, ninguém deu moral. kkkkk. Pena q o covarde não filmou a Polícia Federal que esperava em solo.” Marinho disse ainda que Feliciano “não quis prestar queixa” à polícia.

Encerro
Essa gente que assediou Feliciano, estou certo, quer a aprovação do PL 122, aquele que manda para a cadeia os acusados de “homofobia”. Pois é… Com a lei aprovada, se um dos dois assediados tivesse dado um murro na cara — E RECOMENDO EXPLICITAMENTE QUE NÃO SE FAÇA ISSO — dos agressores, estaríamos diante de um caso de “homofobia”?
O que essa gente quer? Igualdade perante a lei ou privilégios, acompanhados da impunidade? O vídeo que eles mesmos postaram — e, pois, orgulham-se disso — dá a resposta.

domingo, 28 de julho de 2013

A MARCHA DAS VADIAS!

Não assisti a reportagem que mostrou o acinte dessa "marcha", pelas ruas de Copacabana no Rio de Janeiro, mas li em alguns blogs críticas merecidas sobre o que ocorreu. A minha impressão é de que alguns se acham mais especiais do que outros e gostam de passar dos limites, até porque não conhecem o que isso significa.

Infelizmente, nossas autoridades não se importam com fatos dessa natureza, se e somente se, forem as "minorias" que estiverem à frente. Como pode se observar eram militantes gays que queriam afrontar, desmoralizar e destruir símbolos católicos no meio da Jornada Mundial da Juventude. Essas pessoas foram para o ajuntamento de fiéis católicos, jogaram crucifixos no chão e depois quebraram algumas imagens de santos desta religião, e pasmem, ficou por isso mesmo. 

Lembro-me de alguns anos atrás, quando um pastor da IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) chutou uma "santa" em um de seus programas televisivos e ter ocorrido a maior perseguição contra os evangélicos em geral. Só não deram a pena capital para este infeliz, porque não temos isso em nosso Código Penal, a não ser em tempo de guerra, contudo, como são militantes gays, aí tudo bem. E viva a demoniocracia! E viva a liberdade! 

E por falar em liberdade, uma dessas manifestantes queria liberdade para o seu útero. Mas isso ela já tem, o útero é dela e ela faz o que quiser dele, contudo o FETO não é dela, o feto é uma pessoa independente da mãe, o que nos difere de um feto é apenas o tempo e a alimentação, mas nada. O ser que está dentro do útero de uma mulher é uma pessoa e tem o seu direito de viver. A MÃE NÃO É DONA DO FETO!



Vários são os erros cometidos por esses manifestantes que somente querem zombar da fé alheia e depois ficam pedindo respeito e tolerância, sendo que eles NÃO RESPEITAM A NINGUÉM, e só pensam neles próprios. Na imagem a seguir pode-se ver como essas pessoas que se orgulham do que são e do que fazem, gostam de manifestar suas opiniões. Imaginem quando as leis os protegerem e perseguir àqueles que simplesmente ousaram não concordar com suas práticas sexuais.

(A imagem por si só é desrespeitosa, agressiva e repulsiva)


Respeito é bom eu gosto! Para mim e minha crença e também para a crença do meu próximo.

Intolerantes pedindo tolerância. Heterofóbicos, cristãofóbicos, pedindo liberdade. Mais do que já tem para vilipendiar a fé alheia?

Autor: Tom Alvim
Imagens: Google

sábado, 20 de julho de 2013

FUNKNEJO GOSPEL (PURA REALIDADE)


Este vídeo retrata muito bem a realidade da música gospel no Brasil. Uma verdadeira enxurrada de heresias, mas o pessoal que fez o vídeo foi muito criativo e feliz em sua crítica. Pena que as coisas neste mundo chamado gospel não irão mudar nada, pois a cada dia nasce mais um esperto para enrolar os bobos de sempre.

Tenho 43 anos de idade e praticamente cresci na igreja, vi nascerem denominações, vi o tal do Rock entrar na igreja que na minha época só se cantava os "corinhos" e cheguei a conhecer pessoalmente alguns dos expoentes da música evangélica brasileira, mas nunca pensei que chegaria ao ponto que chegou. Hoje, sou muito mais seletivo do que era quando adolescente, porque não gosto de qualquer música evangélica, tenho o meu gosto musical e não abro mão dele, mesmo assim, antes de sair cantando essas músicas, procuro ver o seu conteúdo Bíblico e na maioria das vezes é até fácil, pois elas não teem conteúdo nenhum. Acho que sou um dos poucos, como disse o rapaz do vídeo que faz isso, mas quase ninguém me dá ouvido...rs

Triste realidade, enfadonha e pobre, ao meu ver.

Vou nessa! 

Assistam o vídeo é muito engraçado mesmo, ele retrata a mais PURA REALIDADE.

Autor: Tom Alvim

quinta-feira, 11 de julho de 2013

DEPRESSÃO: É PRECISO FAZER A MANUTENÇÃO!

“Sede sóbrios e vigilantes” (I Pd 5.8)

Na versão NVI este texto tem a seguinte tradução: “Estejam alertas e vigiem”. Embora ele esteja fazendo uma referência direta à segunda vinda de Cristo; estas mesmas palavras aparecem em inúmeros outros textos como um chamado ao crente a ser moderado, equilibrado, sensato, temperante, ter autodomínio; e, também, para vigiar, estar alerta, estar pronto, não baixar a guarda.

Por que estou usando este texto em conexão com a depressão? É simples. Todo o conhecimento que temos a respeito desta doença; todos os especialistas, são unânimes em afirmarem que, aqueles que já tiveram uma depressão; que já passaram por uma crise profunda e, depois, com muito trabalho, tratamento, ajuda, disciplina, conseguiram sair do “vale da sombra da morte”, necessitarão ter um cuidado dobrado para não recair por dois motivos:

1.Se voltarem a cair, além de ser muito mais difícil a recuperação, as probabilidades de se livrar das sequelas, como da primeira vez, serão muito menores. Lembro quando eu mesmo vivi a experiência, que meu médico disse: Sair de uma segunda crise será muito mais difícil! Wayne Cordeiro usa as seguintes expressões em seu livro “Andando com o tanque vazio?”, para se referir à sua própria experiência: “Eu havia saído da floresta profunda, mas ainda não saíra do bosque. Eu estava fora da minha UTI emocional, mas percebi que pequenos contratempos nas minhas relações, agendas superlotadas e exigências inesperadas me sugavam de volta – pelo menos temporariamente – para a depressão” (páginas 102 e 103)

2.Sabemos que os recursos da graça de Deus são abundantes; e, através deles, muitos têm superado crises agudas de depressão. No entanto, todo o conhecimento de que dispomos; todos aqueles (médicos e os diversos especialistas) que trabalham com esta doença, são unânimes em afirmarem que é uma doença em que a cura nunca é total. Ela pode ter ido embora, mas nunca estará tão distante que, ao menor descuido, não possa voltar. Repetindo Wayne Cordeiro falando de si próprio no mesmo livro já citado acima: “Ela foi embora; mas nunca estará longe demais”. É uma doença de reincidência mais comum; de recaídas mais costumeiras; pois, se todos os elementos que a desencadearam não foram totalmente removidos; ou, rigorosamente mantidos sob controle – o que não é impossível, mas bastante difícil -, ela voltará.

Assim sendo, aqueles que já passaram por uma crise, daí para frente, terão que levar o conselho do apóstolo Pedro muito a sério: “serem sóbrios e vigialantes”; “estarem alertas e vigiarem”. Como? Alguns conselhos já demos, tais como jogar fora o excesso de carga, tanto mantendo uma vida equilibrada entre trabalho e descanso, combinada com uma boa alimentação e horas suficientes de sono, como evitando acúmulo de problemas. Para isso, algumas recomendações bíblicas – aquilo que chamo de recursos da graça de Deus -, serão indispensáveis, tais como:

1. FUJAM DA ANSIEDADE. “Lançando sobre ele toda vossa ansiedade, porque ele quer cuidar de vós” (I Pd 5.7). Como disse o apóstolo Paulo, nada de carregar problemas, “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, apresentem seus pedidos a Deus pela oração e súplicas, com ação de graças” (Fp 4.6). Aqueles que já passaram por uma crise de depressão, necessitarão levar “ao pé da letra” a recomendação de Jesus: “Portanto eu lhes digo: Não se preocupem com a própria vida”, pois o mesmo Deus que cuida dos pássaros, das flores, tem poder e amor para cuidar de vocês. Por isso, ele terminou dizendo: “Busquem primeiro o reino de Deus e a sua justiça”; “Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará suas próprias preocupações. Basta a cada dia seu mal” (Mt 6.25-34). O problema de hoje, resolva, hoje, não deixando para amanhã, por menor que seja: “Não se ponha o sol sobre a vossa ira” (Ef 4.26); e, o de amanhã, não queira resolver hoje.

2. PROTEJAM SUAS MENTES.
Talvez a área mais importante que terão que trabalhar, agora, será a da mente: “Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, PENSEM nessas coisas” (Fp 4.8). Aquilo que colocamos em nossa mente determina nossas atitudes, nosso comportamento. Cuide da nascente, e o riacho será limpo!

3. ALIMENTEM EMOÇÕES SAUDÁVEIS. Outra área de suprema importância, é a das nossas emoções. Através de uma combinação perfeita entre o primeiro e o segundo, teremos: “E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus” (Fp 4.7 NVI). Outras versões trazem “vossos sentimentos”.

Um forte abraço e até amanhã. Pr Genevaldo

terça-feira, 9 de julho de 2013

Sexo anal - Aprenda melhor sobre isso


Assisti a esse vídeo e fiquei impressionado com sua qualidade expositiva e científica, por este motivo estou postando aqui para que um maior número de pessoas possa saber as consequências deste ato danoso, que é difundido por alguns como sendo algo "normal".


sexta-feira, 28 de junho de 2013

O dia em que João Figueiredo mandou Havelange enfiar a Copa onde ele quisesse.

O dia em que João Figueiredo mandou Havelange enfiar a Copa onde ele quisesse.

O Havelange ofereceu a Copa do Mundo no Brasil e o presidente lhe respondeu: “Você conhece uma favela do Rio de Janeiro? Você já viu a seca do nordeste? E você acha que eu vou gastar dinheiro com estádio de futebol?”.

Eu sabia deste episódio, mas estava meio esquecido.

É isso aí. Os brasileiros, odeiam gente que usam fardas. Se quem usa farda é honesto, então o ódio aumenta. O General Figueiredo foi um dos homens mais inteligentes dos que passaram pela AMAM, mas sabem como é, brasileiro gosta mesmo é de analfabeto, se for esperto, melhor ainda.

Figueiredo morreu com o mesmo patrimônio que tinha anos antes de ser presidente. Já o que se diz metalúrgico, está milionário, o filho dele também está milionário. O "pai dos pobres", esperto como ele só, percebeu que a Copa do Mundo seria um filé para quem não tem escrúpulos.

Pobre Brasil. No passado diziam que o Brasil era o País do futuro. De um futuro que nunca chegava. Hoje podemos dizer: O Brasil é um País sem futuro.

Para quem acha exagero nisso, eu pergunto: Um povo que despreza gente inteligente e honesta, e prefere gente que se orgulha de ser analfabeto e esperto, espera que futuro?