sábado, 8 de dezembro de 2012

INTERESSE OU CONSCIÊNCIA?


Sabe quando alguém faz alguma afirmação que te deixa com a pulga atrás da orelha? Pois é, isso já aconteceu comigo diversas vezes, mas recorri a Palavra de Deus para colocar os meus pensamentos em ordem e encontrar as respostas que Deus revelou para todos nós. Não foi fácil, mas depois de todo o trabalho pude crescer e me fortificar em Deus para não ser mas alvo fácil dos que gostam de polemizar apenas pela própria polêmica. (1 Timóteo. 6: 3 e 4)

A polêmica: Buscamos a Deus apenas por interesse na salvação?

A resposta: Dizem que o ser humano é movido por seus interesses. Quando alguém compra algo, existe um outro alguém que tem interesse em vendê-lo e a troca exprime esses interesses contrários que satisfazem as duas partes. Contudo, quando se fala das coisas divinas não existe o interesse egoísta e mesquinho, existe o interesse benéfico, o interesse movido pelo amor, pois Deus é amor e tem na salvação de todas as pessoas um interesse profundo, mesmo não precisando delas para nada.

Deus é auto-suficiente, ele É; e pronto! (Êxodo. 3: 13 e 14)

Nós é que precisamos dele para tudo nesta vida e na outra também...Mas, se tivéssemos apenas interesse na salvação de nossas almas não estaríamos sendo corretos, estaríamos com a motivação errada pela coisa certa. Não é a salvação de nossas almas que é a coisa mais importante, o mais importante é quando reconhecemos que somos pecadores e que sem Cristo estaríamos destituídos da graça de Deus (Romanos. 3: 16). Quando, através de Cristo, conseguimos enxergar a nossa imundície e quão miseráveis somos, a salvação vem por tabela. Somos salvos por reconhecermos que pecamos. Não somos salvos por que queremos ir par ao céu. Um é consequência do outro. (Romanos. 5: 12) Assim como as bênçãos que muitos buscam o tempo todo de todas as formas possíveis. Não é a bênção o mais importante, o mais importante é reconhecermos os nossos pecados, a salvação e as bênçãos que virão serão bem-vindas e se não vierem não farão a mínima diferença. 

Essa geração gospel, dos shows, dos super astros, das divas, das bênçãos em dobro, e de toda baboseira inventada nas mentes deformadas pelo pós-modernismo, pelas ideologias socialistas/marxistas de missões integrais e bem light, e por toda sorte de diversas teologias de fundo de quintal de oitava categoria forjam os crentes modernos, tão pagãos e místicos quanto aqueles que eles chamam de mundanos.

Quando voltarmos ao evangelho puro, que diz ser a Bíblia a nossa ÚNICA regra de fé, que dá a Cristo e somente a ele toda honra e glória, estaremos no caminho certo para colocarmos os pingos nos ís e as virgulas que foram movidas por interesses escusos (Ap. 22: 19) e caminharmos satisfeitos neste mundo interesseiro e egoísta sem sequer nos contaminarmos com tudo isso.

O nosso interesse por Deus deve ser apenas por sua santidade e por sabermos que longe dele nada tem sentido, nem mesmo as polêmicas que não nos farão crescer e nem tampouco tomarmos a forma de Cristo.


Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.