sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Série Lampejos - Reflexos




No meu tempo, tudo era infinitamente melhor do que hoje. No meu tempo, as crianças eram mais inocentes, os jovens possuíam mais ideais querendo sempre mudar a sociedade, as músicas possuíam melodias fantásticas e o meu mundo era um lugar melhor de se viver.

Quem nunca ouviu afirmações como as de cima? Eu mesmo já ouvi e já disse algumas vezes que: "No meu tempo..."

Quanto equívoco descrito ao mesmo tempo [rs]. Na verdade, cada tempo possui suas vicissitudes, suas belezas, seus enganos, e os caminhos da humanidade sem Cristo não mudou o seu rumo, continuará por caminhos largos e aparentemente mais confortáveis do que realmente são para os desavisados.

O mundo mudou, os costumes tem mudado com a pós-modernidade e a influência dos meios de comunicação atuais, tem se intensificado e se mostrado cada vez mais intruso nas vidas alheias, onde as minorias continuam ditando as regras que a maioria deve aceitar e não questionar muito. Como exemplo temos a moda, a opção sexual, o jeito de falar, o partido político, etc, e isso é um mundo cada vez mais impregnado por ideologias com cheiro de armário fechado por longo tempo e de coisa velha embolorada, mas com uma nova roupagem. Como dizem os "moderninhos de plantão", dando uma repaginada nas coisas retrô.

Os jargões são os mais variados possíveis para dar uma cor nova no esquife podre por dentro.

No meu tempo era melhor... só decifra que não sabemos o que estamos dizendo, pois nunca será melhor, será apenas mascarado, melhorado no sentido mais pobre desta afirmação. Dourando a pílula para que pareça mais do que é.

Não que a beleza não exista, assim como a poesia nas canções e a estética nas artes. Contudo, a real beleza e perfeição só será vista quando estivermos junto ao Pai. Por enquanto, temos reflexos do que poderia ser e de como um dia será. Vivamos sempre em Cristo, mesmo que isso signifique viver com a minoria aparente, mas que na verdade é a maioria eterna. Refexos!


Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.