domingo, 5 de outubro de 2014

Show Gospel



Não irei falar das grandes aglomerações de pessoas aonde alguém em cima de um palco exibe-se freneticamente ao som de alguma música pseudo-cristã, sendo ovacionado e idolatrado por pessoas que lembram-se de tudo, menos daquele que é o único digno de um verdadeiro louvor e adoração. Antes de abandonar este que não é o tema, abro um pequeno parêntese; Show = mostrar - Gospel = evangelho. Pois bem, mostra-se o cantor, a sua voz, sua desenvoltura com algum instrumento, menos o verdadeiro evangelho que são as boas novas de Cristo para a humanidade, fecha parêntesis. 

Por que o tema é Show Gospel? Porque os crentes modernos parecem que só querem isso. Só o Show. Somente o mega culto com as superproduções hollywoodianas. Quando se fala em sair em campo para pregar o evangelho surgem uma infinidade de desculpas que na maioria das vezes não possuem fundamento nenhum. Os crentes nominais crescem dia após dia no Brasil e o "IDE" tem ficado restrito a apenas alguns, quando a maioria está satisfeita indo aos cultos e cumprindo suas obrigações religiosas. 

O Show Gospel tem até o seu papel na vida, principalmente, dos jovens e dos adolescentes cristãos que vão a esses eventos buscando louvar a Deus e intensificar sua vida social, mas deveria ser uma exceção e não a regra. Viver (mostrar-se = Show) deveria ser uma parte da vida cristã. E FALAR deveria ser seu complemento.

Vivemos uma realidade no Brasil que é medonha. Igrejas evangélicas infladas de gente que só querem uma coisa. Algo para si. Um evangelho umbilical, aonde o "discípulo" é egoísta, narcisista e um ignorante das coisas do céu. Crentes preguiçosos que não leem a bíblia sagrada e que muitas das vezes nem creem em sua inerrância. Crentes imbecilizados por toda viés de pensamentos insanos que nunca os aproximará de Jesus Cristo, mas os afastará cada vez mais daquele que pode dar paz e vida completa. É muito fácil viver um evangelho social, baseado em uma vida de clube de campo. Os crentes ajuntam-se solenemente todos os domingos e ouvem uma mensagem que os "alimentará" por uma semana inteira. Nem ao menos levam suas bíblias consigo para confrontarem os "pastores", as "pastoras", os "bispos", os "papas" e os "semi-deuses" que distorcem a Palavra de Deus e que criam sua própria hermenêutica pensando em lucros financeiros ou em poder terreno. Esquecem-se de que "galinha de casa não se corre atrás" e que um dia TODOS estaremos diante do único Deus que existe e que não haverá desculpas para tamanhas barbaridades. Os crentes modernos, acreditam que não precisam falar de Cristo para ninguém, pois suas vidas devem falar por si só. Ora, se for assim, existem pessoas que não são cristãs e possuem um testemunho de vida exemplar, melhor do que muitos dos "nossos". Estes que fazem boas obras, que amam suas famílias, que são excelentes cidadãos, mas que não creem em Jesus e muitas das vezes até o repudiam. Então, suas vidas exalam o amor de Cristo? É claro que não. Podem ser exemplo de tudo, menos de como se viver o evangelho que abençoa não só o material, mas principalmente livra as pessoas do INFERNO! O que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? (Mateus. 16: 26) O que adianta ao homem ter a barriga CHEIA e ir para o INFERNO? O que adianta? 

Cuidado com essas teologias que ensinam que devemos cuidar do homem por inteiro, quando não cuidamos do essencial que é a alma. Uma barriga cheia é importante, mas um coração cheio de Cristo é muito mais ainda. Se conseguirmos a façanha de encher os dois ganharemos muito, mas lembre-se do essencial. Lembre-se de Cristo!

Cristãos que vivem um evangelho do "Fale do amor de Cristo, se for preciso use palavras" estão enganando a si mesmos. Falemos de Cristo, vivamos o cristianismo. 

Falar e viver devem ser coisas inseparadas e uma não vive sem a outra. Se emudecermos, AS PEDRAS CLAMARÃO, se não vivermos coerentemente, MORTOS estaremos e caminharemos como zumbis rumo a nossa própria perdição. 

Falar e viver não é uma escolha de vida, mas sim uma forma de vida que deve nos acompanhar todos os dias neste mundo, rumo ao único lugar que realmente vale à pena. Rumo à Jesus Cristo e somente a ele.


Autor: Tom Alvim
Imagem: Google

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.