domingo, 29 de julho de 2012

Série Lampejos - Coragem



Tenho estudado um pouco sobre história do Brasil nestes últimos dias, e sem entrar no mérito do que levava homens a cruzarem o Atlântico e aportarem nestas terras, tenho ficado impressionado com a corajem demonstrada por esses aventureiros. 

Eles, através das Entradas e das Bandeiras, desbravaram todo o Brasil e parte América Espanhola, enfrentando as doênças, o desconforto, os insetos, os indígenas que defendiam suas terras e muitas outras coisas que fariam pessoas "normais" voltarem correndo para o seu lar. Li sobre uma bandeira que levou dois anos caminhando pela floresta amazônica. É muita coragem mesmo!


Contudo a coragem maior consiste em olhar para dentro de si e aceitar que não somos perfeitos, aceitar que necessitamos de Deus para sermos redimidos de nossas falhas. Ops! Desculpe-me, aqui estou eu caindo na armadilha da pós-modernidade e mudando o nome do pecado para "falhas". 

Coragem para largar o controle descontrolado, de nossas vidas. 

Coragem para se entregar aos cuidados do Pai e descansar depois. Assim são os verdadeiros corajosos. Eles não dependem de si mesmos, não dependem das circunstâncias, dependem apenas do único que pode conduzir-nos, a todos, por caminhos inimagináveis e fazer-nos alcançar coisas que nem sequer sonhamos. Creia em Jesus Cristo e seja um corajosos nesta vida. Os covardes nunca tentaram e ficaram pelo caminho.

Obs.: Escrevi este pequeno texto depois que assisti um trecho do filme "Os corajosos". Não sei a real tématica dele, creio que seja mais ligado à família, e nada melhor do que filmes desse gênero nestes dias aonde a família tem sido alvo de ataques terríveis e covardes. Quem puder assista, sei pouco dele, só sei que é uma produção norte-americana. Bom filme!


Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.