sexta-feira, 8 de junho de 2012

Série Lampejos - Luz



O óbvio, nem sempre é tão óbvio assim. Existem diversos fatores que causam a cegueira espiritual humana, sejam elas momentâneas ou prolongadas. Mas uma coisa é certa, só fica na escuridão quem quer, pois todos tem a sua chance de encontrar a Luz.

A grama do jardim aqui de casa exemplifica bem isso. É claro que de maneira bem simples, mas ela revela muito dessa verdade.

O nosso gramado é bem grande, talvez tenha uns 80 metros quadrados e todo o dia uma parte dela é banhada pelo sol e outra parte fica na sombra. A parte que "pega" sol durante o dia quase todo é viçosa e quase nem aparecem as pragas, que diga-se de passagem enfeiam bastante o jardim. Mas existe a outra parte da grama que fica na sombra um bom tempo. Ela é frágil, úmida e cheia de pragas. É incrível como a ausência de Luz causa danos como estes. 

Em nossas vidas não é muito diferente disso, quanto mais longe de Deus (a Luz), mas frágeis, mas sujeitos a sermos atacados pelas pragas espirituais estamos. 

É simples, é óbvio, mas exige vontade para se aproximar do divino. Daquele que irá nos conduzir por caminhos firmes, aonde a sua luz não tem variação nenhuma. Ela é sempre estável e geradora de vida. Mostrando a todos os que querem ver, seus pecados e imperfeições. A luz tem esse efeito, ela não é falsa, não tenta encobrir nada e não tem pacto com as trevas. Aonde a luz chega as trevas obrigatoriamente tem que sair.

Quer viver bem? Vá para a luz!

Jesus Cristo é a luz - "Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida." (João. 8: 12)




Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

4 comentários:

  1. Tom,

    esta é uma verdade, e a Escritura nos manda achegar à luz, Cristo, para que as nossas obras sejam também manifestadas, visíveis. Mas há os que estão impossibilitados de ver, os cegos espirituais que apenas podem tatear na própria escuridão.

    Mas o fato é que Deus vê tudo, sejam em luz ou em trevas. E todos os nossos atos estão diante dele, de forma que, devemos buscar a luz, pois como você disse, a luz impede-nos de escorregar e cair.

    Grande abraço!

    Cristo o abençoe!

    PS: Rapaz, tu tens não é um jardim, mas um campo de futebol [rsrs]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jorge,
      realmente a luz de Cristo nos conduz por caminhos perfeitos e sem ele nós viveremos tropeçando em nossos próprios pecados.

      Quanto ao "campo de futebol", ele é bem grande mesmo...rs As crianças aproveitam bastante e os amiguinhos deles também. A coisa mais gostosa que existe é vê-los correndo e se divertindo nele.

      Abraços fraternais,
      Tom Alvim.

      Excluir
  2. Tom, eu converti em 1995. Jesus trouxe-me à luz de sua maravilhosa graça, mas demorou ainda muitos anos para que eu tivesse um cristianismo que saísse da teoria e se aplicasse criticamente ao mundo a minha volta, principalmente nas áreas de educação, cultura, política e economia.

    Por muitos anos, era cristão, mas o meu cristianismo não fazia uma revisão na filosofia que eu acreditava e ainda defendia. Até que minha igreja teve um curso de EBD chamado "cosmovisão cristã". Aí, foi uma reviravolta! Veja, eu já tinha mais de dez anos de conversão e já tinha até mesmo feito o seminário de minha denominação, mas foi ali naquele curso que Deus chacoalhou minha vida, mostrando minhas incoerências gritantes. Chamo de 2ª conversão. E foi bem numa época de crise que eu vivia que Deus me colocou nesse curso. Tudo bem preparadinho para eu me reavaliar.

    Creio que a luz chega um dia, mas, quanto mais buscarmos a santidade, o ES vai revelando coisas em nós que sequer imaginávamos, mesmo que tenhamos anos e anos de caminhada.

    Abraços sempre afetuosos.

    Fábio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso ai Fábio, creio que Deus se revela a nós no tempo dele e da forma dele. Afinal de contas ele nos conhece profundamente. Existem esses momentos em nossa caminhada cristã quando as chacoalhadas surgem e quebram aquilo que estava nos atrapalhando para que possamos experimentar o melhor de Deus para nossas vidas e depois possamos abençoar outros que estão ao nosso redor.
      Abraços e um bom final de semana,
      Em Cristo,
      Tom Alvim.

      Excluir

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.