sábado, 3 de março de 2012

Evangelho puro ou podre?



"Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens." (Gálatas. 1: 11)

Aprendi quando criança que a palavra evangelho significava "boas novas" ou "boas notícias" e isso foi incrustado em minha mente. Era só falar em evangelho e já entendia tudo, pensava eu em minha pureza de infante. Fui crescendo e começaram os "debates" nos corredores da igreja sobre temas teológicos complicados e sem muito sentido para mim naquela época. Com o passar dos tempos esses temas foram crescendo e vi muitos migrarem para outras paragens. Eu, fui ficando aonde ouvi pela primeira vez o evangelho, mas amigos mais chegados do que irmãos se foram. Mudaram de endereço. Isso jamais me entristeceu, pois cria que eles deveriam estar aonde achassem ser o melhor lugar para exercitarem sua fé e sua caminhada com o Pai.

Esse evangelho, mesmo com diferenças "doutrinárias" ainda era para mim o evangelho puro de Cristo que deveria ser pregado para todas as nações. O evangelho de Cristo, que levava pessoas para Cristo e como dizem os nosso amados irmãos reformados "Solus Christus" - by Christ alone we are saved. Cristo deve ser a mensagem deste evangelho e assim permanecerá puro. Contudo o homem em sua busca louca por "Poder" vê nestas boas notícias uma oportunidade incrível de auferir lucro ou de arrebanhar ovelhas para si mesmos, deixando Jesus de fora desta história. Cristo deixa de ser a mensagem e passa a ser um coadjuvante. É triste constatar isso, mas também é algo previsível que está ligado a um crescimento natural religioso. Qualquer religião que cresça estará fadada a esses problemas. Jesus Cristo previu isto, mas apesar de saber que os desvios ocorreriam, sabia também que pessoas sinceras ouviriam sobre si pela primeira vez através de um evangelho torto, aonde o Apóstolo, Bispo, Pastores, Pastoras, etc, seriam o centro da mensagem. Aonde a foto destes, estaria estampada na fachada das igrejas empresas e não o nome daquele que é o ÚNICO digno de honra, louvor e adoração. Cristo sabia que falsos mestres pregariam sobre ele sem ao menos "conhecê-lo de com ele andar".

Hoje, vivemos uma época muito estranha, aonde o belo tornou-se feio, aonde a verdade é relativizada por doutrinas dúbias que não sobrevivem nem a suas próprias "verdades", aonde qualquer um cria um site ou um blog e escreve o que quer contra outros que deveriam ser seus irmãos em Cristo e onde o número de fiéis infiéis se multiplica.

Nos púlpitos crescem dia-a-dia pastores pregando que esse é o seu ano da restituição. Esse é o seu ano da vitória. Pessoas que nunca leram a bíblia toda e querem falar de suas verdades como se conhecedores dela fosse e o pior, como se tivessem intimidade com aquele que a inspirou. O evangelho podre cresce, por que as pessoas sem Deus estão tão imersas no pecado que comem tudo o que lhes é apresentado para saciar a fome de tudo (o pecado é insaciável), mesmo que esse tudo seja nojento com aparência de delicioso.

É triste ver o que acontece no Brasil de hoje, pois nasci no Brasil do evangelho que ainda estava engatinhando e não me lembro de ver tantas heresias sendo divulgadas como hoje se vê. Nossos embates ficavam no campo das línguas estranhas e nada mais - que eu me lembre parava por aqui. Hoje tem muitas "novidades" que não merecem nem mesmo buscar respaldo na Bíblia, pois elas nasceram no inferno. O evangelho puro depende da mensagem central dele, se for qualquer outra coisa que não seja Cristo, será um evangelho PODRE, tão sem sentido como a junção das palavras evangelho (boas novas) e podre (algo estragado e que não alimenta). Cristo está voltando e isso se nota por todos os acontecimentos ao nosso redor e no mundo. O diabo está trabalhando para roubar, matar e destruir essas boas novas, mas seu fim será a derrota total e o lago de fogo.

Ou pregamos um evangelho puro, ou como adúlteros teremos que dar conta ao Todo-Poderoso desta pregação. Cristo é o evangelho, o que fugir disto é anátema e podre por natureza.



Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng


0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.