segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

CONVICÇÃO A MARCA DA IGREJA



Autor: Pastor Ezio dos Santos França

Que tal querido leitor passarmos alguns minutos refletindo nesta expressão “viver”? Isso pode significar uma forma com que as pessoas passam seu tempo neste mundo como, por exemplo, “aqueles caras vivem de festa”, também pode significar uma atitude exortativa para alguém se consertar em sua conduta, “veja bem como você está vivendo viu”. Essa expressão em alguns momentos traz influência de algo relativo quando a usamos das formas mencionadas aqui. Você notou que mesmo destas formas ela aponta uma necessidade de movimento, isso indica que ninguém vive apenas por viver, e se vive há necessidade de se movimentar. Diferente de morrer que nos leva a crer que o final do movimento terminou ou está por terminar.
A Bíblia a palavra de Deus diz que Ele formou o homem do pó da terra, e soprou em seu nariz o fôlego da vida e o resultado disso foi! “E o homem tornou-se um ser vivente”, então seja qual for o momento indicado para a expressão “viver”; ela sempre vai indicar que quem viver está sempre ativo em seu meio. Por isso o apóstolo Paulo escreve a igreja! Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos”, trazendo a igreja uma definição motivadora para sua caminhada. Quando ele fala da doutrina da redenção apresenta a igreja que todos nós vivíamos em escravidão, e o Senhor veio e desceu até o mercado de escravos e nos comprou, por causa disto não estamos sob a escravidão do pecado e sim livre dele. Dai o motivo do apostolo Ele nos libertou, e se agora vivemos o façamos para o Senhor. E não há outra motivação que faça a igreja viver, a não ser para servir ao Deus que a amou e a elegeu para uma vida de sacrifício vivo, santo e agradável a Ele. Então viver nos levará sempre a nos movimentar com atitudes saudáveis e decisões acertadas, pois não mais nada que nos eleve a nossa alma, se não o viver de Cristo em nós! Dai o apostolo Paulo completa seu ensino De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor”. Isso é uma expressão de segurança eterna, Jesus mesmo disse: “ninguém as arrebatará de minhas mãos”, portanto seja o tempo que for às dificuldades que vier, somos do Senhor e se viver indica uma ação de movimento; a igreja continuará neste sentido, mesmo que venha morrer por que foi salva por Cristo Jesus, e nem aquilo que indica o final do movimento, ou seja, a “morte” poderá sessar a vida que a igreja tem no seu salvador. Por isso amado você que é igreja do Senhor responda, quem nos poderá separar do amor de Deus? A bíblia fala que nada poderá tornar isso real. Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”. Rm. 8.38. Diante disso querido viva intensamente na presença de nosso Deus, porque se vivemos ou morremos somos do Senhor. Rm. 14.8. Aleluia. Seja qual o serviço que ele nos deu executemos com alegria, pois tudo é, e será sempre para a honra e glória Dele. Que Deus os abençôe.

Autor e colaborador do blog: Pastor Ezio dos S. França. 
Imagem: Stock.xchng

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.