QUANDO AS SOMBRAS SILENCIAM

Ficção espiritual que conta a estória de um casal de missionários, em meio a muita ação e aventura.

HOMENS QUE LUTAM

Nova série de artigos sobre atitudes que tornam os homens mais do que vencedores.

FAMÍLIA - O PAPEL DO HOMEM.

"Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, (Efésios. 5: 25)"

FAMÍLIA - O PAPEL DA MULHER.

"Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos. (Provérbios. 14:1)"

POEMAS - Para adoçar a vida!

Poemas que nascem no coração, cresce em nossa mente e alçam vôo em nossa imaginação.

Blog Impressões Sem Pressões

"Em meio a valores distorcidos em nossa sociedade, temos JESUS CRISTO como referencial perfeito!" (Tom Alvim).

sábado, 29 de outubro de 2011

Um dia de consulta

Ao consultar um medico logo veio o diagnóstico “seu caso é crônico”, e vieram às perguntas. Como chegou a este estagio? Porque não buscou ajuda antes? Porque não consultou um medico no inicio? Em seguida uma constatação. Agora vai ser mais difícil! 

Então iniciei. Uma vez fui ao hospital lá fui encaminhado ao posto de saúde, pois meu caso não era emergencial e poderia ser tratado 

Naquele lugar. No posto de saúde “um lugar hipotético”, pois ate pode ser um posto, mas se é de saúde não tenho certeza, neste local recebi a informação que minha consulta teria sido marcada par o mês de agosto do ano seguinte. E que não havia como ser atendido pelo medico no momento. E que eu aguardasse em minha casa até aquela data, ainda bem que mandou esperar em casa. Imagine se eu estivesse que aguardar ali até a consulta marcada. E hoje o senhor doutor me diz que meu caso é “Crônico”. 

Mas quem se importa com os casos “CRÔNICOS” existentes na sociedade de hoje dita “MODERNA”? Quem tem uma consciência pronta para por em pratica as promessas que podem sanar os casos crônicos do povo brasileiro? E se por em pratica. Que bandeira política eleitoreira será levantada nos próximos pleitos eleitorais? 

É triste contemplar a população brasileira lançada ao caos da Saúde; Educação; do desemprego e do monopólio social com uma distribuição de renda tão desigual. Ai está às bandeiras que colocam nossos políticos no poder. São os casos “CRÔNICOS”, que as mentes doentes usam a política, para enganar o povo com promessas de cura para alcançar seus objetivos e nada fazem. Que bandeira usará se estas forem solucionadas? 

A bandeira da “VERDADE” seria uma ótima opção que traria uma política saudável ao nosso país, com homens sérios que exerçam com dignidade os princípios de uma democracia verdadeira e sincera. Onde realmente “O governo é do povo e para o povo”. O povo elege com coragem e lealdade, e recebe reciprocamente o valor de seu esforço eleitoral com a solução dos problemas sociais e uma vida saudável. Sem que seus casos cheguem a se tornarem “Crônicos”. 


Por Ezio dos Santos França.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Repensando...

Tenho pensado sobre diversos temas...repenso!

Tenho ouvido muitas coisas e visto que são consistentes...repenso!

Tenho desconstruído costumes....repenso novamente!

Posso mudar a rota, reconstruir, quebrar paradigmas, mas nunca os valores cristãos. Nunca os princípios Bíblicos....continuo a repensar!

Amo a Cristo porque ele me conduz por caminhos santos. Nunca falsos ou falhos!

Repenso, reavalio, sigo no caminho bom, mas não me vendo e não faço trocas ou concessões. Se não tiver base Bíblica nem quero saber.

O caminho de Deus é perfeito.

Vamos caminhando!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

A Prosperidade da Alma


"Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome." (Salmos. 23: 2,3)

Os dias são difíceis e a vida tem um "q" de cansaço para muitos, mas quando olhamos este salmo ganhamos um renovo extraordinário.

Ao pensar na situação confortante de estar deitado em um lindo jardim a alma humana já sente-se descansada e o alívio de uma vida atribulada pelas consequências do pecado chega como um bálsamo no momento certo, por isso a paz que excede a todo entendimento, gerada em Cristo e derramada em nós, eleva-nos a um estágio de força espiritual incrível e termina por nos guiar de forma mansa a águas tranquilas. 
Só quem busca o Criador com sinceridade de coração pode experimentar essa paz. E aí, o mundo pode cair ao nosso redor que estaremos seguros em Cristo, sabendo que no final tudo irá valer à pena. Contudo a justiça deve ser o norte de quem quer um caminho tão nobre e prazeroso e para isso terá que ser a justiça perfeita. A justiça divina, não a nossa justiça, pois a nossa justiça é trapo de imundícia (Isaías. 64: 6), nascida em corações corruptos e encharcados pelo pecado, talvez seja o melhor que o homem caído possa fazer, mas como um paliativo trará efeitos colaterais importantes àqueles que buscam nela um consolo, e a vingança destruidora fará o seu serviço sujo o mais rápido que puder.

A prosperidade da alma (3 João. 1: 2) é a consequência de uma vida que busca incansavelmente as coisas mais importantes da vida, ou seja, aquilo que irá gerar descanso mesmo em meio às guerras e vida mesmo em meio à morte.

Autor: Tom Alvim.
Imagem: Stock.xcng

Obs.: Se puder comente o texto, para que possamos refletir sobre o tema em questão.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Oração incessante

Pelo que vale à pena orar?
Muitos aprenderam a oração egoísta que só sabe pedir para si mesmo, e ainda mais depois da nefasta teologia da prosperidade (aquela pregada apenas pelos prósperos materialmente) que só vê o umbigo de quem ora solicitando ao Altíssimo toda a sorte de bênção para si mesmo. A oração de "eu quero", "eu preciso", "se não me der saio da igreja", "sou filho do Rei", "sou cabeça e não cauda",  etc. Quando vejo pessoas dando entrevista ("testemunho") de como Deus fez milagres em sua vida de dentro de um carro importado e mostrando sua linda casa e como ela da noite para o dia pagou todas as suas contas, fico deveras triste, mas sei que nos últimos dias isso iria acontecer, e em 1º Coríntios 6: 10 diz que  "
Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus".

E é por esse motivo que estou publicando neste blog informações sobre o nosso irmão em Cristo
pastor Yosef Nadarkhani que está sendo julgado e acusado de apostasia no Irã. Não deixemos de orar a todo o momento por ele para que Deus o conforte e mantenha em seu coração a convicção de sua fé em Cristo.

Segue abaixo um artigo extraído do site da CBB (Convenção Batista Brasileira) sobre o assunto. Não esqueçamos disso. Vamos nos colocar no lugar dele e assim estaremos orando sem cessar por sua vida.

"
Órgão americano desmente cancelamento de sentença de morte de pastor
Diversas agências de notícias internacionais publicaram na última semana que a sentença de morte do pastor iraniano Yosef Nadarkhani havia sido cancelada e que ele teria um novo julgamento por ter se negado a renunciar à fé cristã. No entanto, a agência Newsmax afirma que o Centro Americano para a Lei e Justiça declarou que esta informação não procede. Ela seria uma tentativa de desviar a atenção das autoridades internacionais para o problema que tem mobilizado diversos cristãos pelo mundo. "A história divulgada pela mídia iraniana sobre a chance de um novo julgamento, em vez da pena de morte, é um ardil para levar as pessoas a esquecerem o caso de Nadarkhani, que foi preso por dois anos sob a acusação de apostasia. O Irã quer silenciar o protesto mundial com o seu conto de um novo julgamento devido a preocupações com a convicção original", disse o Centro.

O pastor, de 34 anos, que se converteu ao cristianismo aos 19 anos, foi julgado e condenado em dezembro de 2010. Ele se recusou várias vezes a negar sua fé.

O Centro Americano para a Lei e Justiça confirmou com o advogado de Nadarkhani que não há novo julgamento. Mohammad Ali Dadkhah também tem rumores de que o tribunal pretende manter a sentença de morte por apostasia, bem como falsas acusações de violações de segurança, estupro e sionismo que um funcionário iraniano havia acrescentado ao processo na última hora.

Em 10 de outubro, em vez de uma decisão, o Supremo Tribunal iraniano remeteu o assunto para Ali Khamenei, líder supremo do Irã, para se pronunciar sobre se Nadarkhani deve ser executado.

O advogado do pastor disse à CNN que Khamenei estaria viajando, e espera que a decisão seja tomada em uma semana. Ele disse também que teme que a pressão internacional não sensibilize os líderes iranianos.

Fonte: Newsmax.com

Escrito por Redação JMM"


- Exija sempre os seus direitos, mas preze PRINCIPALMENTE por cumprir todos os seus DEVERES.

- Quem se diz crente em JESUS CRISTO e vota em candidatos do PT deveria ler a Bíblia.
                        Abaixo o comunismo. Abaixo o socialismo.

-Em meio a valores distorcidos em nossa sociedade, temos JESUS CRISTO como o nosso referencial PERFEITO!



quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Terra Gospel: Verba Pública.

Esta matéria saiu no portal do Yahoo, e é de autoria do Walter Hupsel. Comento abaixo:

Terra Gospel: Já estou tomando raiva deste termo importado, GOSPEL, que quer dizer evangelho, só que mais chic...é trocar seis por meia dúzia, só que em inglês sacou?

Um trecho da reportagem diz que "
o governador do Acre, Tião Viana (PT),  quer  construir um Parque Gospel com dinheiro público e numa área que seria destinada à habitação popular. Teria moradia pra 55 mil pessoas (evangélicas? ou potenciais alvos?) e receberia cerca de 5 milhões por ano. A evangelholândia seria uma espécie de complexo esportivo-evangelizador-habitacional, cujo ginásio esportivo custará cerca de R$ 20 milhões dos cofres públicos." e segue com a denúncia.

Para quem quiser ler o artigo na íntegra (Sugiro que sempre façam isso!), segue o link.

Sinto náuseas quando ouço qualquer um dizendo que vai usar o dinheiro público para fazer aquilo que não deve fazer. Usar o erário para beneficiar QUALQUER segmento religioso é erradíssimo. Financiar festas católicas, evangélicas ou espíritas, carnavais, restauração de igrejas históricas, marchas para isso ou aquilo, paradas disso ou daquilo, doar terrenos para construção de templos religiosos, ONGs, movimentos ditos sociais, etc. Tudo isso é inconcebível e deve ser combatido por todos para que possamos realmente dar o destino correto a verba pública que infelizmente já escoa pelo ralo da corrupção que toma conta de quase todas as esferas do poder público.

Como crente não aceito a reunificação da Igreja com o Estado, mesmo que seja de maneira tão sutil.

Para que possamos ter independência, não podemos ficar "presos" a ninguém, pois se assim o fizermos não poderemos exercer nosso ministério de profetas neste mundo corrompido, assim como fez o profeta Miqueias contra os reinos do Sul (Judá) e do Norte (Israel). Esse contemporâneo de Isaías combateu a injustiça social e depois conclamou o povo a voltar-se ao único Deus verdadeiro, porque não devia favores aos Reis de sua época e nem tampouco aos líderes religiosos que estavam totalmente comprometidos com a mentira e a roubalheira da corte.

Qualquer empreendimento a ser criado em benefício do povo cristão evangélico deve ser feito única e exclusivamento através das ofertas que brotam no coração de cada um, através da fé em Cristo e depois de muita oração e dicernimento para não cair no "conto do vigário" ou na lábia dos espertalhões que roubam dos fiéis para enriquecerem-se e encherem seus ventres de dinheiro.

Propostas como essas soam como uma piada de extremo mau gosto e que a seu tempo deixará um sabor de féu na boca dos bobalhões dislumbrados com as benécies desse tipo de político.

Autor: Tom Alvim.

Obs.: Se puder comente o texto, para que possamos refletir sobre o tema em questão.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

O evangelho deturpado da música GOSPEL.


 A TV Globo marcou para o dia 10 de dezembro deste ano um evento evangélico no Aterro do Flamengo (Rio de Janeiro). Chamado de "O Festival de Promessas". Li essa nota no blog da Revista Veja On-line escrito por Lauro Jardim e fiquei matutando comigo mesmo sobre as implicações de um mega evento deste, sobre a real intenção da Globo e dos ditos artistas da música gospel.

Primeiro as implicações: Sei que centenas de milhares de pessoas irão assistir a esse show e Deus por sua infinita graça e misericórdia poderá fazer os seus milagres. 


Também sei que muitos crentes começarão a flertar com essa emissora que promove em suas novelas o culto ao dinheiro, a prática homossexual, o divórcio, a traição em todos os níveis das relações humanas e o lixo de uma programação sem apego nenhum a tudo que a Bíblia diz ser certo. Os "crentes" começam a sentir simpatia pelo diabo e a "dormir com o inimigo". Quem sabe até ele, o diabo, não pode se converter, não é mesmo? (Usei de ironia aqui).

Depois a real intenção da Globo
: Podem ter a certeza ABSOLUTA que não é a de levar o povo a adoração perfeita a Cristo, que não se trata de maneira nenhuma de uma nova visão dos seus diretores e jamais será a de trabalhar junto com os cristãos para promoverem essa fé ao povo brasileiro e ao mundo. A real intenção está no mercado. O mundo gospel brasileiro é um nicho e quem entende isso consegue mais grana para suas contas bancárias. Nada mais é do que MERCADO. Se der dinheiro eles investem, se não der dinheiro eles não investem, simples assim. O INTERESSE está acimas dos valores, das crenças, da fé e até mesmo, para eles, de Deus. O seu deus é Mamon.

E por último, pelo menos por enquanto, os artistas gospel: Sou da geração que cresceu ouvindo primeiros os hinos do cantor cristão na igreja e naquele tempo era proibido cantar os chamados "corinhos" no culto de domingo. Nós cantávamos na União de Adolescentes, nos cultos Jovens, mas na igreja demorou um tempo para isso. 

O cantores e grupos musicais para irem as igrejas pediam apenas uma condução para eles e seus instrumentos e se fosse possível um lanche no final do culto. Grupos/cantores como o Rebanhão, Logos, VPC (Vencedores por Cristo), Catedral, Novo Som, Álvaro Tito, Nova Dimensão, Marina de Oliveira, Vitorino Silva, etc, estavam inovando com suas músicas e ganhando espaço no meio da juventude evangélica. A maioria tinha em mente Louvar ao Senhor e pregar o evangelho para todos através de suas canções. Mas, como tudo na vida que ganha grandes dimensões, esse meio chamado de gospel (evangelho) tornou-se uma caricatura do que realmente deveria ser. A figura de Cristo ficou nublada por letras pobres de conteúdo Bíblico coerente e ganhou uma roupagem de teologias nefastas, como a da prosperidade, dizendo tudo aquilo que na Bíblia de verdade nunca esteve escrito. Fazendo do palco um lugar aonde os holofotes miravam nas pessoas erradas, elevando os artistas musicais a quase semi-deuses. Em nome da música, muitos deles tornaram-se pastores e pastoras sem nunca terem pastoreado (na essência da palavra) uma vida sequer. Subindo ao palco, cantando músicas pobres, mas sacudindo a galera num frenesi estonteante, aonde os espectadores gritam o nome do seu "ídolo" e se for possível irão querer levar alguma "relíquia sagrada" destes cantores para casa. 

É triste, mas é cool! Então, os fãs vão aos montes para verem seus ídolos.

Muitos irão criticar, mas estarão lá dando ibope a esses falsos ministros (com raríssimas exceções) para honra e glória deles mesmos.

Isso me fez lembrar um caso que a minha irmã viveu. Ela convidou um grupo de cantoras gospel (não citarei o nome do grupo) para irem a igreja que ela congregava lá no Rio de Janeiro, e uma semana antes do "evento" foi à gravadora dessas cantoras levar o valor arrecadado da venda de centenas de CDs que foi UMA das exigências para que as estrelas cantassem no culto. Para espanto da minha irmã a secretária da empresa disse para que ela saísse da gravadora e entregasse o dinheiro nos fundos, tudo no maior estilo hollywoodiano dos filmes policiais

- Entregue a grana! e corra o mais rápido que puder sem olhar para trás.

É triste, é patético, é GOSPEL!

Obs 1.: Os levitas (como esses cantores modernos gostam de se auto proclamar) cantavam no Templo mesmo quando não havia ninguém além deles mesmos para ouvi-los, pois os louvores eram para Deus. Hoje eles não cantam para Deus, cantam para mostrar que possuem lindas vozes e mostrarem a si mesmos. Nada além disso e com raras exceções.

Obs 2.: Não existe nada de errado em alguém mostrar uma linda voz ao apresentar-se durante um show musical, o que me enoja é ver pessoas cantando e mostrando seus dotes apenas para engrandecerem-se a si mesmos e depois virem com a conversa de que isso será para honra e glória de Deus. Mentira pura! O evangelho não deve ser vendido, deve ser de graça, mas isso é assunto para um próximo artigo.

Obs 3.: Hoje não existem mais Levitas, esses da tribo de Levi foram incumbidos de no ANTIGO Testamento louvarem no Templo, ajudarem na arrumação e também na limpeza do local de culto. Hoje pelo Novo Testamento a congregação pode entoar cânticos, mas sempre para louvor e adoração ao Altíssimo. Fora disso é antibíblico e será apenas mais um show como tantos outros que ocorrem por esse mundo afora.

* Se puder comente o texto, para que possamos refletir sobre o tema em questão.
 
Autor: Tom Alvim.
Imagem: Stock.xchng.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Fragmentos da memória...

Alguns fragmentos de minhas memórias ficam sempre me lembrando como é bom ter uma família, pois a família é o nosso Porto Seguro, um lugar de aconchego e de paz.

É na família que construímos os nossos valores, as nossas crenças e é aonde os nossos heróis nascem. Lembro-me dos meus irmãos e de que como eles sendo mais velhos do que eu tornaram-se meus heróis. 

As vezes ficava na beira do campo de futebol olhando o jogo e vendo os meus "manos" correndo atrás da pelota, era muito bom. Também costumava observá-los nos mínimos detalhes e de alguma maneira tentava imitá-los. Mas, foi o meu pai o meu maior exemplo de vida. Um homem pacato, mas forte e trabalhador, que não poupava esforços para dar a nossa família aquilo que estava ao seu alcançe. 

O seu legado para a minha vida? 

O respeito pelo próximo, a simplicidade, o trato correto das coisas e os valores cristãos. 

Meu "velho" - nunca o chamei assim, mas uso o termo como força de expressão apenas, foi "o cara", porque ensinou-me a ser homem e jamais me proibiu de frequentar a igreja que ele não frequentava, dando-me a real impressão de liberdade de escolhas e de indepência de vida. Jamais me super-protejeu, mas jamais largou-me ao léu. Por isso, não aceito a doutrina da esquerda evangélica brasileira que me dá asco só de pensar. Esquerda que flerta com valores corrompido e deturpado profundamente em sua origem, pois ao iludirem-se com a esquerda política estão sendo contaminados pelo pensamento comunista que diz que "os fins justificam os meios", um pensamento maquiavélico, e que é antagônico aos ensinamentos Bíblicos. 

Forjam heróis canalhas, criam uma ética própria transloucada e tentam enfiar goela abaixo, principalmentes nas escolas e faculdades, doutrinas que nasceram no inferno. Por isso, os fragmentos de minha infância saltam a todo o momento, lembrando-me quem sou e que hoje eu sou aquele que tem o dever de inculcar na cabeça de meus filhos a herança de meus pais, mas principalmente a verdade única existente que é aquela escrita na Bíblia Sagrada. Sempre viva e eficaz, sempre verdadeira e perfeita agente produtora de excelentes cidadãos.

Obs.: Se puder comente o texto, para que possamos refletir sobre o tema em questão. Tenho ficado meio desanimado de escrever, pois apesar das visitas ao blog poucas pessoas comentam.



Autor: Tom Alvim.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

O novo negro no Brasil

Fragmento do artigo (VOCÊ É UM CIDADÃO PAGADOR DE IMPOSTOS? ENTÃO CALE A BOCA! OU: MUITOS JORNALISTAS ODEIAM A CLASSE MÉDIA QUE LÊ O QUE ELES ESCREVEM) do jornalista Reinaldo Azevedo, um dos poucos no Brasil que ainda tem coragem de dizer a verdade:

"Degradação institucional
Os dias não andam particularmente felizes para o estado de direito. Não é raro que se ouça no próprio Supremo Tribunal Federal uma argumentação que se distancia da letra da lei, do que lá vai explicitado, para fazer uma justiça que seria "mais humana", "assentada na igualdade", preocupada em "promover reparações históricas", determinada a tratar "desigualmente os desiguais" para fazer justiça social, ainda que isso se opere à custa da violação de direitos de uma das partes. O caso das ditas cotas raciais nas universidades públicas é eloqüente o bastante para dispensar explicações.
Há muitos anos recorro a uma ironia para definir o que poderia ser chamado de preconceito contra a maioria, muito presente na imprensa e nos órgãos aparelhados do estado: o verdadeiro negro no Brasil é o branco, heterossexual e católico. Vou ampliar. O verdadeiro negro do Brasil é o branco, classe-média, pagador de impostos, heterossexual e católico. Ninguém quer saber dele. É um sem-ONG, um sem-poder público, um sem-Justiça, um sem-direitos, um sem-imprensa — MUITOS JORNALISTAS ODEIAM A CLASSE MÉDIA QUE LÊ O QUE ELES ESCREVEM. E, a ser como pretende o promotor Ribeiro Lopes, deve vir ao mundo já amordaçado. Ou ainda vai em cana.
Você tem o direito de permanecer calado. Tudo o que disser pode e será usado contra você."

Por Reinaldo Azevedo


 - Exija sempre os seus direitos, mas preze PRINCIPALMENTE por cumprir todos os seus DEVERES.
 - Quem se diz crente em JESUS CRISTO e vota em candidatos do PT deveria ler a Bíblia.
    Abaixo o comunismo. Abaixo o socialismo.
 -Em meio a valores distorcidos em nossa sociedade, temos JESUS CRISTO como o nosso referencial PERFEITO!


Obs.: Texto enviado por e-mail.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Conexões e interconexões

"Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer." (João. 15:5)

O mundo moderno possibilita-nos façanhas nunca antes sonhadas. Imagine você, que as distâncias encurtaram, as fronteiras se alargaram e que a comunicação em tempo real saiu da ficção para a realidade. Conexão: Esta é a palavra do momento, pois ela resume em sim mesma toda a essência da era digital. Existem pessoas hoje que não conseguem ficar desconectadas por muito tempo. Pessoas que pensam estar informadas quando na verdade tiveram apenas acesso a uma enorme quantidade de informações, ou seja, elas conectam-se mas não aprofundam-se. Não digerem o texto lido, não ruminam sequer a frase que acharam bonita. Logo tudo cai no esquecimento.

A conexão com o mundo é semelhante, porquê não importa muito a essência de nada, o que importa mesmo é apenas a forma. O prazer momentâneo, a aventura passageira, o brinquedinho hi-tec do momento e assim compulsivamente conectados seguimos rumo ao tilt da alma, aonde morre a essência, mas vence a forma.

Jesus nos ensina que a conexão que vale à pena é aquela que nos traz a seiva do Salvador, pois quando nos conectamos a Ele tudo muda e o que era passageiro tornasse eterno cumprindo seu papel primordial de contaminar aos que estão ao nosso redor. A conexão cria a interconexão e vidas vão sendo religadas ao Criador para um upgrade da alma, do caráter e de tudo o mais que nos faz humanos de verdade.

Fora de Cristo somos apenas um ser que nunca foi, pois aquele que é nos chama para sermos nele o que jamais deveríamos ter deixado de ser.

Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

domingo, 9 de outubro de 2011

A Síndrome do pobre-coitado

Tenho tudo para ser um pobre-coitado, merecedor de indenizações do governo e de algum tipo de reparação por tudo que já sofri até hoje. Veja em seguida por que digo isso:


Sou:

- Heterossexual;

(Não abro mão disso nunca e isso não é uma opção, já nasci assim - mas, no mundo atual o bacana é não ser heterossexual). Conforme as coisas vão (eles NÃO desistem porquê são brasileiros!) vai chegar o dia em que o heterossexual será uma anomalia.

- Sou Batista Tradicional;

(Não sou "batistão" e creio na igreja de Cristo independente de denominações, mas estou filiado a uma igreja Batista por que me identifico com seus princípios doutrinários, caso contrário não estaria nela). Sou contra a teologia da prosperidade e contra a politização da religião.

- Sou de Direita;

(Não suporto o comunismo e nem o socialismo. Não votei no PT e NUNCA votarei nele, nem sob tortura farei isso e se o meu pai fosse candidato pelo PT não receberia o meu voto);

- Sou um bacharel em Direito de direita;

(Não deixei que fizessem a minha cabeça durante os anos de faculdade, nunca fui um metido a socialista/comunista como existem muitos por aí que NUNCA, sequer, leram as obras básicas destas aberrações)

- Sou mestiço;

(Contudo o nosso governo não me permite dizer isso, para ele ou eu sou branco, negro ou pardo - e aí pergunto: Aonde foram se meter os cafusos, os mamelucos e os mulatos que existiam no meu tempo de escola? Foram todos deportados?).

- Sou da classe média;

(Explorada por impostos altíssimos, pagando duas vezes pela sáude da minha família, pela educação e pela segurança).

Vou criar uma ONG, a ONG dos pobre-coitados, pois assim posso descansar em berço explêndido, não precisarei estudar muito para passar em concursos públicos e em faculdades Federais, direi que os meus antepassados (meu avô era negro, minha avós branca) sofreram neste país e por isso mereço algum tipo de reparação (ações afirmativas) e direi que na época da "ditadura" meu pai poderia ter crescido em sua profissão, mas não o fez por que o governo não deu uma chance para ele, etc, etc e etc.

É claro que estou "brincando". Não me sinto um pobre-coitado, sei que sou um afortunado e que posso ajudar a muitas pessoas ao meu redor de alguma forma. O texto acima, foi apenas uma maneira irônica de fazer um desabafo pela situação atual de nosso país, afinal "Nunca antes na história deste país forjou-se tantas mentiras em relação ao governo militar, aos ex-guerrilheiros, aos quilombolas, aos índios, aos negros e todos os valores que outrora tivemos."
O Brasil morreu!
O último a sair apague a luz.

Autor: Tom Alvim.
Imagem: Stock.xchng

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Olavo de Carvalho defende Julio Severo contra articulista do Genizah 

 

 

Steve Jobs e a idolatria humana

Antes de mais nada gostaria de dizer que sinto-me realmente consternado pelo falecimento do Sr. Steve Jobs. Não o conheci pessoalmente, nunca tive nenhum contato pessoal com ele, mas sempre que ouço falar da morte de qualquer pessoa o meu coração fica pesaroso, tendo a esperança de que, talvez, em sua vida ou em seu último suspiro ele tenha crido em Jesus Cristo.

Agora sim posso continuar. O ser humano tem a tendência de endeusar outras pessoas, criam heróis, forjam líderes e inventam estórias fantásticas para servir de alento a pobre alma sem Deus. No caso deste senhor Steve Jobs a única diferença foi que ele realmente foi genial em sua área de atuação. A criação da Apple e seus produtos revolucionários criou um marco importante na história da tecnologia, mas apesar disso tudo fica a pergunta: Por que tanto alvoroço? Neste exato momento que estou digitando este texto muitas outras pessoas estão morrendo do mesmíssimo problema do Steve Jobs. Pessoas de carne o osso, que amam, produzem, criam, revolucionam ou não o mundo ao seu redor e ninguém dá a mínima. Talvez o desconhecido da esquina não tenha criado um império, mas para Deus não é menos ou mais importante do que o aclamado dono da Apple. Outra pergunta: O mundo seria pior se não existissem os computadores da Apple? Esses produtos são acessíveis a todas as pessoas, ou somente uma classe privilegiada pode ter acesso? Okay, até eu poderia ter um computador da Apple se quisesse, mas teria que fazer longas prestações daquelas a perder de vista, contudo não acredito que isso seja necessário, pois sou um usuário comum que apenas acessa e-mail, escreve neste blog alguns artigos, cria algumas artes pessoais, alguns sites usando Joomla e frequenta de vez em quando algumas redes sociais da vida. Logo, não preciso de um computador CARÍSSIMO para fazer isso. Na "verdade verdadeira" uso como Sistema Operacional preferido o Ubuntu Linux por pura convicção ideológica do software livre.

Ainda estou meio consternado, mas pelas pessoas que são órfãs de equilíbrio emocional que estão chorando por um desconhecido que nunca lhes deu nada de graça e que nunca sequer lhes dirigiu a palavra de forma pessoal. A esses, apresento o mais genial de todos os seres humanos que já pisou nesta terra. Seu nome? Jesus Cristo. Este sim, jamais deixará ninguém órfão. Fala-nos a todo o momento através de sua Palavra (a Bíblia) e nos deu sua VIDA por amor, para que tivéssemos a salvação de nossas almas de graça.
"Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus." (Romanos. 3: 24)

O mundo da época não chorou pela morte de Cristo, apenas os mais chegados. Mas chora hoje a morte de um empresário, distante e desconhecido por pura idolatria tecnológica. Isso sim é ignorância. Voltemos, se é que algum dia estivemos, à razão e a lógica de dar o real valor aquilo que realmente é valioso e deixemos a idolatria de lado. 


Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Racismo Forjado

Jovens Negros morrem mais de moto no Rio:


Na edição do Jornal O Globo Nº 28.549 de 6 de outubro de 2011, uma reportagem me chamou a atenção. Diz ela que: "Homens jovens, negros e pobres são as principais vítimas com acidentes fatais no Rio, repetindo o fenômeno que já ocorrem com os homicídios..." e a reportagem segue na página 14 deste jornal. Fico realmente estarrecido como a mentalidade da promoção do racismo fictício, que tem crescido no Brasil e no mundo de hoje. Pode parecer algo sem importância para quem lê, mas o título induz os desavisados a pensarem que somente os Jovens Negros estão morrendo de moto no Rio e isso é uma idiotice enorme. Ninguém está matando negros motoqueiros, não existe uma KKK (isso não é risada, é abreviação de Ku Klux Klan) matando ninguém no trânsito do Rio de Janeiro. Eles morrem porque são maioria e não por serem negros. Existe sim, desrespeito geral das leis, inclusive por parte de motoqueiros que são os donos da rua e também de motoristas de carros que não os respeitam. A guerra é silente, mas declarada.
As mortes existem e todos devemos fazer a nossa parte para que isso mude. Motoqueiros (negros, cafusos, mamelucos, brancos, etc), motoristas de carros, caminhoneiros, autoridades: TODOS.
A questão é: Porque alguém escreve um título deste? Que interesse tem quem escreveu? Ficam buscando motivos para inventarem uma discriminação mentirosa, que não existe (Não neste caso). E isso já está virando cultura geral, outro dia criaram uma polêmica enorme só porque a Caixa Econômica Federal fez um comercial com um Machado de Assis "branco". A galera caiu em cima e a Caixa agora disse que irá fazer um outro comercial com um Machado de Assis "Negro". Tenha a santa paciência! O nosso gênio da literatura era mestiço como todos nós o somos.
O racismo existe! Isto é fato! Mas não é só do pseudo-branco contra o pseudo-negro no Brasil. Eu já vi chamarem a minha irmã de BRANCA AZEDA e os meus sobrinhos de BRANQUELOS. Isso não é RACISMO? Nem por isso vamos ficar indignados, entrar na justiça ou ficar com cara de quem comeu e não gostou. Nós vamos sim, seguir em frente e lutar para vencermos pelos nossos MÉRITOS e não por cotas raciais em Universidades Públicas e em concursos Públicos, como existe lá no Rio de Janeiro.
Aos que interessam essa idiotisse, meus pêsames, pois a vida é muito mais do que isso. Talvez os medíocres se contentem em usar das "Políticas Afirmativas" importadas dos EUA, mas quem tem coragem, primeiro foge desta retórica racial e depois conquista suas vitórias por méritos próprios sem usarem a bengala da mentira para isso.

Autor: Tom Alvim

Obs.: Texto enviado por e-mail, por isso carece de formatação adequada e de uma possível correção ortográfica.


- Exija sempre os seus direitos, mas preze PRINCIPALMENTE por cumprir todos os seus DEVERES.

- Quem se diz crente em JESUS CRISTO e vota em candidatos do PT deveria ler a Bíblia.
   Abaixo o comunismo. Abaixo o socialismo.

- Em meio a valores distorcidos em nossa sociedade, temos JESUS CRISTO como o nosso referencial PERFEITO!



Ilusão de ótica: A sabedoria sem Deus.

"Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo." (1º Cor. 2: 15)

O homem sem Deus é realmente arrogante, cego e um iludido intelectualmente - Pura ilusão de ótica. Ele presume saber alguma coisa e em muitos casos, seja por palavra ou ação, desejam dar conselhos ao Criador de todas as coisas. A saber: Deus.
A sabedoria humana, dentro de seus limites, tem a sua importância para o desenvolvimento da sociedade. Mas, jamais podería caminhar longe das verdades Bíblicas. O grande problema daqueles que pensam saber pensar é dissassocia-los do verdadeiro saber, tornando tudo o que sabem em mera loucura. A filosofia, a sociologia e a ciência como um todo só seriam realmente válidas se atrelados de forma indivisível ao supremo conhecimento revelado a nós seres humanos por Deus, através de sua Palavra (Bíblia).
Não estou tirando a validade da ciência, como dito anteriormente ela tem a sua importância, mas friso que o seu limite máximo é a Bíblia Sagrada.
"Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia." (1º Cor. 3: 19). A sabedoria sem Deus é burrice e o homem mais inteligente deste mundo não passa de uma criança mimada que acha saber o que não sabe. No final das contas, todos, cultos e incultos serão confrontados pelo grande "Eu sou" e verão claramente que na verdade não são nada além do que Ele permitiu que fossem.


Autor: Tom Alvim

Obs.: Texto enviado por e-mail, por isso carece de formatação adequada e de uma possível correção ortográfica.


- Exija sempre os seus direitos, mas preze PRINCIPALMENTE por cumprir todos os seus DEVERES.

- Quem se diz crente em JESUS CRISTO e vota em candidatos do PT deveria ler a Bíblia.
  Abaixo o comunismo. Abaixo o socialismo.

- Em meio a valores distorcidos em nossa sociedade, temos JESUS CRISTO como o nosso referencial PERFEITO!



terça-feira, 4 de outubro de 2011

A forma do mundo

"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." (Romanos. 12:2)






É engraçado como alguns jovens "crentes" estão tomando a forma do mundo e ainda se gabam disto. Será que o apóstolo Paulo estava errado ao dizer que deveríamos ser do contra em relação aos valores do mundo?

Tá bom isso não é nada engraçado!


Na verdade é uma desgraça ver tantos jovens se enveredando por caminhos tão largos, que não se tem rumo, nem norte. Acabam perdidos.

Alguns parecem mais que amam a Baal do que ao Senhor e a minha crítica não é careta, que seja, nem tampouco moralista, que seja também, mas é REALISTA!

Não estou criticando músicas (estilo musical), eu mesmo gosto bastante de ouvir um Tom Jobim de vez em quando, e não estou criticando vestimentas. O que critico e criticarei sempre são letras satânicas, com textos de exaltação ao diabo e que são entoadas em meio a rituais também satânicos, com direito a beber sangue falso (falso mesmo?) e tudo o mais.

Critico grupos que amam a homossexualidade, o diabo, a perversão da alma, sexo sem compromisso (diga-se de passagem, compromisso é: Casamento), traição, a apologia as drogas e a violência. Conhece algum grupo assim? Eu conheço um montão deles e na maioria das vezes escondem suas verdadeiras intenções. Também não estou criticando vestimentas, desde que sejam roupas descentes e que não mostrem até o estômago da pessoa.

Esse tipo de debate já teve seu auge nos anos 80 e 90 agora já esta mais do que superado. Critico a essência! Essência das músicas - rock, sertanejo, jazz, "gospel", etc.

A essência diz tudo, e ela tem que ser encharcada com o Espírito Santo. Digo isto, pois concordo com o texto de uma grande amiga minha, a Claudia, que postou em seu Facebook um alerta.

Concordo tanto que estou reproduzindo na íntegra o que ela me enviou por e-mail, segue abaixo o texto - Volto daqui a pouco!


CONVERSE COM O ADOLESCENTE OU JOVEM DE SUA IGREJA SOBRE O QUE ESCREVI ATRAVÉS DO QUE VI NO FACEBOOK, QTOS JOVENS CRENTES SE EXIBINDO, OSTENTANDO QUE ESTEVE OU QUE GOSTARIA DE ESTAR NO ROCK IN RIO.FAZER TAIS DEPOIMENTOS É PISAR NO SANGUE DE CRISTO. VAMOS DISCUTIR COM ELES, COM SEUS PAIS A RESPEITO???? AMAR O PECADOR E RESGATÁ-LO É NOSSA MISSÃO, AGORA ESTAR LÁ NO REDUTO DO INIMIGO, ATÉ FAZER SÍMBOLOS SATÃNICOS?? GENTE É HORA DE PARAR , OLHAR PARA A CRUZ DE CRISTO E MOSTAR AOS NOSSOS  ADOLESCENTES E JOVENS QUE É FELIZ O HOMEM(MULHER, JOVEM , ADOLESCENTE) CONSTANTE NO TEMOR DO SENHOR... MAS... QUEM ENDURECE O CORAÇÃO CAIRÁ EM DESGRAÇA.. PROV. 28: 14
Longe de mim ser "a Moralista de Plantão", mas estou assustada com jovens cristãos que, com alegria ímpar exclamam aos 7 ventos: Rock in Rio eu estive lá, ou que pena que não estive lá!!! Queridos na vida há momentos em que temos que escolher: ou ser Cristão autêntico, servir a DEUS, em espírito e em verdade, ou se jogar de corpo e alma nas armadilhas do inimigo. Vamos combinar que não tem credibilidade aquele(a) que está servindo a dois senhores, não há congruência em ir ao show de rock e depois ir lovar a DEUS até com aureola na cabeça. Juízo Moçada(Este é um alerta aos jovens crentes) Seguir a Cristo requer renúncias, Ele mesmo disse : Eu sou o pão da Vida e não a Panqueca da vida, ou seja, pão é seco às vezes duro, mas sacia a fome, agora a panqueca é uma delícia, mas na sua essencia, não há vitaminas,nutrientes e etc. sacou meu(minha) jovem!!!!

Voltei! Já vi jovens crentes dizendo que iriam a shows por essas cidadezinhas do interior mineiro como se estivessem indo a um grande encontro de jovens que amam ao Senhor e olhei com certa indiferença confesso, sei que não devia, mais olhei assim.

Espero em Deus que o Espírito Santos mostre a eles que este é um caminho de desgraça. Conheço histórias (conheço mesmo, ninguém me contou isso!) de pessoas crentes que foram a certos shows por aí e voltaram grávidas e pior, sem saber quem era o pai do bebê. Pessoas que foram e não voltaram e pessoas que se sentiram mau em um meio aonde se exalta a quase tudo, menos a Deus.

Como professor de EBD direi SEMPRE que preciso, que o jovem crente NÃO deve ir, vai se quiser, mas depois não venha com aquela de cara triste de crente arrependido pedindo oração (essa frase em itálico é só força de expressão). O risco é grande e a dor pode ser imensa.

Prefiro, e sempre preferi, ficar no meios de meus amigos que amam a Deus, por mais imperfeitos que sejam, a ir para um ajuntamente qualquer louvar a não sei quem e voltar sem saber porque realmente fui. Ah! Inclusive no meio chamado "gospel" de hoje.


Autora do texto: Cláudia de Paula Oliveira Ferreira
Comentado por: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng