quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

NATAL HORA DE PRESENTEAR



Dezembro um mês especial para a cristandade, pois é um momento de comemorar um nascimento que em sua essência, mudou a história da humanidade que no passado vivia a expectativa de um salvador. Mas sua salvação era esperada por uma ótica materialista dos judeus, que oprimidos por seus dominadores esperavam um Rei libertador. Como foi declarado na voz de Simeão, um ancião que estava à porta do templo quando José e Maria foram apresentar o menino, ele diz: “Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, Segundo a tua palavra; Pois já os meus olhos viram a tua salvação,” Lucas 2.29-30. No entanto naquele tempo já existia aqueles que entendiam e aguardavam o Rei divino, que iria nascer em Belém e entendia ainda antes de tê-lo em seus braços a sua missão. Maria a agraciada diante de Deus, que o havia gerado em seu útero materno, e José seu marido que intentara deixá-la, mas impedido por Deus soube quem era o que estava por vir. O Anjo disse “José não temas em receber Maria tua mulher porque o nela foi gerado é do Espirito Santos, o menino nascerá e porás o nome de Jesus porque ele Salvará seu dos pecados deles”; os magos do Oriente também sabiam quem ele era, pois vieram adorar, trouxerem de seus tesouros; Ouro, Incenso e Mirra. Os pastores que no campo guardavam seus rebanhos, nas vigílias da noite e o Anjo lhes apareceu e transmitiu-lhes as boas novas: “É que hoje em Belém vos nasceu o salvador que Cristo o Senhor, encontrarão o menino envolto em panos deitado em uma manjedoura”. E eles foram correndo adorar ao bebezinho nascido.
Esses fatos são reais, e a história apresenta a importância deste nascimento. Mas o mundo mergulhado em seus interesses comerciais fez desta data uma motivação pra venda e lucro financeiro. O natal hoje é marcado por um “espirito de natal”, que nada mais é do que um incentivo ao consumismo, e ao endividamento das pessoas, que enlouquecidas gastam tudo o que tem e até mesmo o que não tem, pra satisfazer os apelos de uma sociedade hipócrita, que falam de um Jesus Salvador, e apresenta Um “Papai Noel”, uma figura satânica que ofusca o real sentido do natal.
O natal que é narrado na Bíblia traz Esperança, perdão dos pecados e salvação para o homem perdido, o próprio Jesus disse: “O filho do homem veio buscar e salvar o que se haviam perdido”, Salvação é a mensagem do natal, libertação e mudança de vida, no natal da Bíblia é Deus o Pai quem dá o presente a humanidade, e não um velhote gordo usurpador com roupas vermelhas mentindo que mora no Polo Norte, e que suas Renas mágicas voam de verdade. A salvação é um presente de Deus o Senhor, para você e pra mim. Não creia no natal de papai Noel, ele não pode te dar nada! É triste ver como as pessoas são enganadas, “papai Noel hoje é emprego temporário”. O natal verdadeiro é aquele que é perene, eterno, e garante vida eternal no céu. O que você espera neste mês de dezembro? Um momento de mentiras e engano! Uma esperança temporária. Ou Algo real e eterno? O nascimento de Jesus tem o objetivo de tirar o pecado do mundo, pois “Ele é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”; dando a você uma segurança eterna. Experimente neste mês adorá-lo de coração e agradecer a Deus por nos presentear com tão grande Salvador. Pense nisto e um Feliz Natal.

Autor e colaborador do blog: Pastor Ezio dos S. França. 
Imagem: Stock.xchng

2 comentários:

  1. Amigo,

    complemento seus votos de natal com um especial de frases e citações Natalinas que montei. São 120, que caem como uma luva integrando seu post.

    http://www.quemdisse.com.br/especial.asp?QDCOD=EY824DLAV019HXCBGRM1

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Valeu Rafael,
    o autor do artigo é um colaborador do blog, mas agradeço em nome dele.
    Em Cristo,
    Tom Alvim.

    ResponderExcluir

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.