quinta-feira, 27 de outubro de 2011

A Prosperidade da Alma


"Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome." (Salmos. 23: 2,3)

Os dias são difíceis e a vida tem um "q" de cansaço para muitos, mas quando olhamos este salmo ganhamos um renovo extraordinário.

Ao pensar na situação confortante de estar deitado em um lindo jardim a alma humana já sente-se descansada e o alívio de uma vida atribulada pelas consequências do pecado chega como um bálsamo no momento certo, por isso a paz que excede a todo entendimento, gerada em Cristo e derramada em nós, eleva-nos a um estágio de força espiritual incrível e termina por nos guiar de forma mansa a águas tranquilas. 
Só quem busca o Criador com sinceridade de coração pode experimentar essa paz. E aí, o mundo pode cair ao nosso redor que estaremos seguros em Cristo, sabendo que no final tudo irá valer à pena. Contudo a justiça deve ser o norte de quem quer um caminho tão nobre e prazeroso e para isso terá que ser a justiça perfeita. A justiça divina, não a nossa justiça, pois a nossa justiça é trapo de imundícia (Isaías. 64: 6), nascida em corações corruptos e encharcados pelo pecado, talvez seja o melhor que o homem caído possa fazer, mas como um paliativo trará efeitos colaterais importantes àqueles que buscam nela um consolo, e a vingança destruidora fará o seu serviço sujo o mais rápido que puder.

A prosperidade da alma (3 João. 1: 2) é a consequência de uma vida que busca incansavelmente as coisas mais importantes da vida, ou seja, aquilo que irá gerar descanso mesmo em meio às guerras e vida mesmo em meio à morte.

Autor: Tom Alvim.
Imagem: Stock.xcng

Obs.: Se puder comente o texto, para que possamos refletir sobre o tema em questão.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.