terça-feira, 23 de outubro de 2012

A lógica do fio dental

Estava vindo para casa de carro e ao parar em um cruzamento no sinal vermelho vi uma mulher grávida, ela estava tomando um sorvete e até me deu vontade de tomar um também, mas o tempo não me permitiria naquele momento um prazer tão refrescante assim. De repente a mulher me deixou bem indignado, jogou o copinho com colher e tudo na rua e ali ficou, lambendo seus dedos e com a face o mais natural possível. Eu disse face para não falar cara, pois é uma linguagem um tanto quanto feia, o eufemismo serve para isso né.rs 

Ron Mehl em um de seus livros escreve que nós muitas das vezes não fazemos o que sabemos ser certo e optamos pelo que é errado, não por que é errado em si, mas porque é o meio mais fácil, um atalho para alcançar-mos nossos objetivos. Ele disse que não usamos o fio dental, mesmo sabendo que este uso constante nos livrará dos tártaros e das cáries, mas continuamos a negligenciar o que é certo apenas por pura comodidade. 

A Bíblia é um livro maravilhoso que nos mostra como seguirmos neste mundo da melhor maneira possível, mas existem tantos cristãos que nem sabem que gênesis é o primeiro livro dela, uma incoerência não é mesmo!? A lógica do fio dental está no fato de termos uma mente cauterizada na facilidade, na comodidade e não na mente de Cristo que nos fará entender que muitas das vezes é melhor caminhar um pouco até a lata de lixo mais próxima e jogar nossos lixos lá, do que aprendermos isso da pior maneira, quando as chuvas vierem, quando os ratos vierem, quando o inimigo de nossas almas vier e ceifar nossa paz, nossa saúde e tudo o mais que ele puder. 

Vamos através de Cristo e da revelação de Sua Palavra caminhar por ruas limpas e por vidas limpas também.


Autor: Tom Alvim
Imagem: Stock.xchng

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.