segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Visões e revisões

Lembro-me muito bem de quando eu era apenas um menininho que andava pelas ruas do Rio de Janeiro, de como eu olhava para o meu antigo bairro e ficava um pouco triste, pois via as calçadas esburacadas os muros quase sempre sem pinturas e pichados, os bueiros sujos, o asfalto precário, mas dentro de mim existia algo mágico que fazia com que eu olhasse para o futuro com olhos esperançosos, aquele era o meu mundo, aquele era o "meu pedaço", eu podia correr pelas ruas, entrar pelas casas de amigos, subir em árvores, ir à cachoeira, subir no morro próximo de casa, era ali que sentia-me feliz, com meu amigos por perto.

Hoje o meu mundo aumentou bastante, já não é mais apenas o meu bairro, o meu mundo tornou-se uma terra imensa chamada Brasil, terra que eu amo e que faz brotar em mim sentimentos confusos, sentimentos de alegria e na maioria das vezes sentimentos de profunda tristeza, aquele bairro melhorou bastante, mas ainda continua com as calçadas esburacadas os muros quase sempre sem pintura e pichados, os bueiros sujos, o asfalto precário. Mas, e o meu Brasil? O meu hoje macro-universo? Melhorou em alguns aspectos, contudo em outros parece que piorou.

Antigamente alguns partidos políticos que estavam no poder eram dissimulados e mantinham o nosso país em marcha lenta, era ruim, mas você sabia com quem estava lidando. Hoje aqueles que estão no poder também são dissimulados, preocupados apenas com suas aspirações ideológicas, preocupados em fazer de nossa terra um lugar esquisito aonde o que era bom torna-se mau e o que era mau torna-se bom, os valores antigamente já estavam distorcidos, mas parece que hoje estão cada vez mais ainda. Espero que o Brasil finalmente cresça e apareça, mas de forma bonita e atrativa e não como um monstrengo que quer ressuscitar antigos fantasmas adormecidos, como o comunismo.

Espero que nossa sociedade acorde pois alguns aprenderam que não é com armas em punho que se conquista o poder, nem tampouco implanta-se ideologias em uma nação, mas sim pelas vias legais, através do voto do povo, alguns fundam ONGs, alguns elegem-se e chegam aos lugares mais importantes para produzirem leis que podem colocar mordaças em quem apenas pense diferente, leis que farão a diferenciação entre irmãos diante de tribunais raciais, alguns, assim espero, que sejam apenas alguns, porque quando não forem apenas alguns, serão muitos e esses muitos poderão alcançar o seus objetivos se nos calarmos e não fizermos a nossa parte.

Tom Alvim
Créditos da imagem: Olyigel

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho ofensivo, racistas, desprovido de coerência ou outros semelhantes a estes. Obrigado por seu interesse e volte sempre a este blog. Seu comentário é muito importante.